Araruna-PB, Quarta-Feira, 13 de Dezembro de 2017
Publicidade
Ciência e Tecnologia
13 de Março de 2013 ás 21:06h
MPRESA CRIA PRIMEIRO AVIÃO ELÉTRICO DE DECOLAGEM VERTICAL

A fabricante europeia de helicópteros, AugustaWestland (ver linha de montagem no detalhe), desenvolveu o Projeto Zero. Trata-se do primeiro avião de decolagem vertical (foto acima) movido a eletricidade da história.

 

Um ponto interessante da aeronave é a disposição de seus rotores, que dão sustentação ao voo: eles ficam dispostos na horizontal, no mesmo plano da fuselagem, no momento da decolagem e pouso. No voo, podem ser inclinados em até 90 graus.

 

Segundo a AugustaWestland, mais do que um protótipo, o Project Zero já realizou voos. Na avaliação da empresa, o uso de rotores horizontais em aviões pode até mesmo criar uma nova classe de aeronaves para substituir os helicópteros no futuro.

 

“Ele oferece velocidades e alcance muito maior do que o permitido pela tecnologia dos helicópteros”, disse Daniele Romiti, CEO da AugustaWestland.

 

Os rotores do Project Zero são a parte central de anos de desenvolvimento. Na aeronave, eles ocupam o espaço das asas e podem ser inclinados em até 90 graus. Desta forma, dispostos na horizontal, os rotores geram pressão para que o avião voe.

 

Uma vez feita a decolagem, o piloto pode mudar a inclinação dos rotores para que o avião se mova para a frente, para cima e para baixo. Neste cenário, os rotores deixam de gerar sustentação, que passa a ser provida pelas asas.

 

Atualmente, o Project Zero é visto pela empresa como um modelo de demonstração de suas capacidades tecnológicas. No futuro, a AugustaWestland estuda comercializar uma versão mais adequada ao uso civil.

 

Uma das possibilidades é a de que a motorização da aeronave torne-se híbrida entre diesel e eletricidade.

O que você achou desta notícia?
bom Gostei ruim Não Gostei
Gostei 0
Não Gostei 0
Por: Tech tudo
Link:
Comentários ()
© 2011 - 2017 - Araruna1.com
Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução parcial ou total deste site sem prévia autorização.