Araruna-PB, Sábado, 21 de Janeiro de 2017
Publicidade
Economia
11 de Janeiro de 2017 ás 16:41h
Custo de vida acumula alta de 15,15% em JP, puxada por alimentos e material escolar
De acordo com a pesquisa do Ideme, sete grupos que compõem o IPC apresentaram resultados positivos

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da cidade de João Pessoa subiu em média 1,26% no mês de dezembro em relação a novembro, ficando o acumulado no ano em 15,15%. No mesmo período de 2015, o aumento do índice, mais conhecido por custo de vida, foi de 1,34% e o acumulado anual atingiu a 12,15%. Segundo o Instituto de Desenvolvimento Municipal e Estadual (Ideme), o aumento no preço do item tubérculos (9,66%) e material escolar (7,59%) contribuiu, significativamente, para o resultado de dezembro/16. Tubérculos são as raízes usadas como alimentos, como batata, por exemplo.

De acordo com a pesquisa do Ideme, divulgada nesta quarta-feira (11), os sete grupos que compõem o IPC apresentaram resultados positivos. O grupo Alimentação apresentou acréscimo de 1,54% no último mês de dezembro, sendo influenciado não só pelo aumento dos tubérculos e raízes leguminosas, mas também de enlatados e conservas (2,62%), pescado (2,40%), frutas (1,97%), panificados (1,77%), óleos e gorduras (1,19%), alimentação fora (0,79%) e açúcares e derivados (0,67%). Os itens que apresentaram maiores quedas de preços foram: cereais (5,36%), aves e ovos (2,79%), sal e condimentos (2,22%), farinhas, féculas e massas (1,73%) e hortaliças e verduras (4,85%).

Já o grupo Serviços Pessoais registrou alta 4,10% devido aos acréscimos de preços médios ocorridos no item educação (5,98%), pressionados pelos reajustes de preços verificados em material escolar (7,59%). Outros aumentos significativos também ocorreram nos itens: leitura (4,03%), flores e loterias (3,31%), serviços pessoais (2,50%) e recreação (2,43%).

Nos demais grupos que compõem o custo de vida em João Pessoa, as variações positivas foram de 0,11% a 1,95%, segundo o Ideme. O grupo Artigos de Residência, por exemplo, apresentou aumento de 1,95%; Vestuário de 1,12%, Saúde e Cuidados Pessoais de 0,69%, Habitação de 0,52% e Transporte e Comunicação de 0,11%; sendo influenciado pelos aumentos registrados no item transporte público (7,64%). 

O que você achou desta notícia?
bom Gostei ruim Não Gostei
Gostei 0
Não Gostei 0
Por:
Link:
Comentários ()
© 2011 - 2017 - Araruna1.com
Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução parcial ou total deste site sem prévia autorização.