Araruna-PB, Segunda-Feira, 26 de Junho de 2017
Publicidade
Brasil
31 de Março de 2017 ás 08:46h
Em nota, PMDB pede que Temer não sancione o 'projeto da terceirização'
Nove dos 22 parlamentares do PMDB no Senado assinaram uma nota cujo conteúdo pede para que o presidente da República, Michel Temer, não sancione o texto do projeto de lei da terceirização aprovado pela Câmara dos Deputados.

Segundo os senadores, a proposta revoga conquistas trabalhistas e precariza as relações de trabalho no país.

O senador Elmano Férrer foi um dos que assinou a nota, que segue também com a assinatura do líder do partido Renan Calheiros (AL), e ainda pelos senadores Eduardo Braga (AM), Hélio José (DF), Kátia Abreu (TO), Marta Suplicy (SP), Rose de Freitas (ES) e Waldemir Moka (MS). A senadora Simone Tebet (MS) também assina, mas com a ressalva de “contrariedade quanto à forma”.

Confira a íntegra da nota

PMDB do Senado é contra sanção de projeto de terceirização

A bancada do PMDB do Senado, em reunião nesta terça-feira (28), decidiu, por maioria dos presentes, se posicionar contrária à sanção do projeto de lei da terceirização para todas as atividades, conforme o texto aprovado na Câmara dos Deputados.

A bancada defende a regulação e regulamentação das atividades terceirizadas que já existem e não a terceirização ampla e irrestrita, como prevê o projeto.

Para a bancada, o texto aprovado precariza as relações de trabalho, derruba a arrecadação, revoga conquistas da Consolidação das Leis do Trabalho [CLT] e piora a perspectiva de aprovação da Reforma da Previdência.

180 Graus 
 

O que você achou desta notícia?
bom Gostei ruim Não Gostei
Gostei 0
Não Gostei 0
Por:
Link:
Comentários ()
© 2011 - 2017 - Araruna1.com
Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução parcial ou total deste site sem prévia autorização.