Araruna-PB, Segunda-Feira, 24 de Abril de 2017
Publicidade
Saúde
18 de Abril de 2017 ás 09:32h
Cafeína do chá é mais benéfica do que a do café, diz nutricionista: entenda diferença

Tradicional bebida do brasileiro, o café é, para muitas pessoas, indispensável para garantir aquele pique extra no período da manhã ou mesmo para melhorar a concentração durante o trabalho. Mas quem experimenta desconforto gástrico ou é muito sensível à cafeína, talvez deva dar uma chance a algumas variedades de chás.

 

Cafeína do chá desperta e pode ser melhor do que a do café


De acordo com a nutricionista Bianca Naves, da NutriOffice, chás como o preto ou o verde também podem funcionar como “despertadores para o corpo”, sem agredir os organismos mais sensíveis.

 

Veja também 

Acelerar metabolismo, combater tosse: 7 benefícios do cravo-da-Índia para a saúde

 


Pensando apenas na quantidade de cafeína das bebidas, uma xícara comum de café de filtro contém aproximadamente 80 miligramas de cafeína, enquanto a mesma quantidade de chá preto ou verde tem cerca de metade da substância, diz a profissional.

 

Segundo testes científicos de atenção, o consumo de duas a três xícaras de chá preto pode ajudar a melhorar a capacidade de concentração e percepção de estado de alerta. Além disso, a composição do chá permite variação de aromas, cores e sabores.

 

O chá verde, por exemplo, tem coloração pálida e gosto adstringente e pode ser combinado com hortelã, laranja e frutas vermelhas. Cada um deles oferecerá uma experiência única, ensina Bianca.

 

Fotos: Reprodução / Internet


Já o chá preto, variante mais popular no mundo, passa por um processo de oxidação que lhe confere tonalidade mais escura e sabor específico. O café, por outro lado, sempre terá uma coloração escura, mesmo com diferentes essências.

 

Segundo dados da Rabobank International, o chá é considerado a bebida que mais avança sobre os ícones nacionais café e suco de laranja. Enquanto o consumo mundial dessa bebida cresce 6% ao ano, o de café tem evolução de apenas 2%. Já a demanda mundial por suco de laranja recua 1% ao ano.

 

A nutricionista ainda aponta que, de acordo com o FDA, órgão do governo americano que monitora e regula alimentos e remédios, adultos saudáveis podem consumir até 400 miligramas de cafeína diariamente.

 

Vix.com

O que você achou desta notícia?
bom Gostei ruim Não Gostei
Gostei 0
Não Gostei 0
Por:
Link:
Comentários ()
© 2011 - 2017 - Araruna1.com
Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução parcial ou total deste site sem prévia autorização.