Araruna-PB, Segunda-Feira, 20 de Novembro de 2017
Publicidade
Sexo e Relacionamento
11 de Setembro de 2017 ás 16:43h
Saiba qual a importância do cálcio e da vitamina D para o nosso organismo

Você provavelmente já sabe que o cálcio é bom para seu organismo, mas não sabe porquê e como acontece com muitas pessoas, você pode não estar ingerindo cálcio suficiente em sua dieta.

 

O cálcio é um mineral essencial necessário para a saúde de seus ossos e dentes, mas também afeta seus músculos, hormônios, função nervosa e capacidade de formação de coágulos sanguíneos, sendo que a quantidade de cálcio que uma pessoa precisa diariamente depende da idade e gênero. 

 

Veja também

Após casos de abuso no transporte, cresce demanda por carros dirigidos por mulheres

 

Entre os 19 e os 50 anos homens e mulheres necessitam de 1000mg/dia. Dos 51 aos 70 anos as mulheres precisam um pouco mais de cálcio – cerca de 1200mg/dia – enquanto que os homens podem se manter nas 1000mg/dia.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no Facebook e no Twitter. 

 

A partir dos 71 anos de idade, tanto os homens como as mulheres necessitam de 1200mg/dia.

 

 

Nosso organismo é incapaz de produzir esse nutriente por isso a única forma de obter o cálcio que você precisa é através de alimentos ricos em cálcio como o feijão, queijo, gergelim, chia, entre outros.

 

Além do cálcio, também a vitamina D é necessária para a saúde óssea. A vitamina D e o magnésio ajudam o organismo a absorver o cálcio e a fixá-lo de forma eficaz nos ossos.

 

Mulheres e homens até 70 anos de idade precisam de cerca de 600 UI diariamente. Após os 70 anos, o valor aumenta para 800 UI por dia.

 

Há três maneiras de obter vitamina D: luz solar, alimentos e suplementos.

 

Veja aqui a lista de alimentos ricos em vitamina D

 

 

Não ingerir cálcio em quantidade suficiente pode levar a uma doença chamada osteoporose. Esta é uma condição de saúde onde seus ossos se tornam frágeis e quebram facilmente. Geralmente os ossos mais afetados incluem o quadril, espinha dorsal (coluna) e pulsos. Muitas pessoas apenas se apercebem que têm osteoporose depois de quebrar um osso, o que significa que os seus ossos foram perdendo densidade e firmeza com o passar dos anos.

 

Cerca de 99% do cálcio em seu corpo está em seus ossos e dentes, mas os restantes 1% são muito importantes nomeadamente para:

 

– Regular da pressão arterial.

 

Estudos mostraram que a suplementação de cálcio ajudou a baixar a pressão arterial sistólica (que corresponde ao primeiro número em uma leitura de pressão arterial) em pessoas com e sem hipertensão.

 

 

– Controlar a TPM (Tensão Pré-Menstrual).

 

Consumir cálcio em quantidades adequadas pode diminuir os sintomas da tensão pré-menstrual.

 

– Manter um peso saudável.

 

O cálcio também pode desempenhar um papel importante na perda de peso. Em um estudo do British Journal of Nutrition, mulheres obesas que consumiam menos de 600 miligramas de cálcio diariamente iniciaram uma dieta e tomavam um placebo ou um suplemento de cálcio diário de 1200 miligramas. As mulheres que tomaram o suplemento de cálcio perderam 13 quilos durante o programa, enquanto que as mulheres que tomaram o placebo perderam somente 2 quilos.

 

10 Alimentos Ricos em Vitamina D (Melhores Fontes de Vitamina D)

 


O objetivo deste artigo é dar a conhecer alguns dos alimentos ricos em vitamina D – uma vez que a vitamina D é uma vitamina essencial para o organismo absorver o cálcio adequadamente. Também é fundamental no desenvolvimento ósseo, funcionamento do sistema imunológico e alívio da inflamação.

 

Então primeiramente convém saber quais são os Valores Diários de vitamina D que o organismo necessita…

 

Valor Diário Recomendado (Vitamina D)

 


0-12 meses: 400 IU (10 mcg)


1-70 anos: 600 IU (15 mcg)


Mais de 70 anos: 800 IU (20 mcg)

 

 IU (International Units); mcg (microgramas); 1 mcg= 40IU

 

 Alimentos que contem maior teor de cálcio

 



Veja 10 Alimentos Ricos em Vitamina D

 

1. Luz solar


Obviamente que a luz solar não é um alimento no verdadeiro sentido da palavra, mas a verdade é que a nossa pele produz vitamina D em resposta à exposição a radiação ultravioleta da luz solar natural. De referir que, os raios de luz solar natural que geram a vitamina D em sua pele não atravessam o vidro e, por isso, seu organismo não produz vitamina D quando você esta no carro, escritório ou em sua casa.


2. Óleo de fígado de bacalhau: 1 colher de sopa (14g) = 1,400IU (233% do Valor Diário);


3. Cogumelos (Portabello, expostos ao sol): 1 copo (cubos) (86g) = 977IU (163% do Valor Diário)


Outros tipos de cogumelos ricos em Vitamina D:
 Maitake (131%), Morel (23%), Chanterelle (19%), Oyster (4%) e Branco (1%). Cogumelos expostos à luz solar durante o crescimento, ou antes de comer, fornecem mais vitamina D;

 

Fotos: Reprodução 


4. Peixe oleoso (truta, cozida): 1 filete (71g) = 540IU (90% do Valor Diário);


Outros peixes oleosos ricos em vitamina D: 
salmão defumado (97%), espadarte (94%), conservas de truta (86%), salmão (75%), conservas de cavala (43%), atum enlatado em óleo (38%), arenque (30%), sardinha (27%).


5. Ovas de peixe (ovos, caviar):
 1 onça (28g) = 136IU (23% do Valor Diário);


6. Cereais Fortificados (Grãos Inteiros):
 3/4 copo (30g) = 100IU (17% do Valor Diário);


7. Tofu (Firme, Light): 1/5 embalagem (79g) = 123IU (21% do Valor Diário);


8. Produtos lácteos (Queijo Fresco): 
1 copo (122g) = 132IU (22% do Valor Diário);


9. Ovos (cozidos): 
1 copo, picados (136g) = 120IU (20% do Valor Diário);


10. Leite de amêndoas:
 227g = 118IU (17% do Valor Diário).

 

MdeMulher

O que você achou desta notícia?
bom Gostei ruim Não Gostei
Gostei 0
Não Gostei 0
Por:
Link:
Comentários ()
© 2011 - 2017 - Araruna1.com
Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução parcial ou total deste site sem prévia autorização.