Araruna-PB, Sábado, 21 de Outubro de 2017
Publicidade
Paraíba
09 de Outubro de 2017 ás 08:09h
Procon-JP alerta para cuidados na hora de comprar presentes para crianças
Produtos devem ter informações em português selo do Inmetro para que sejam seguros

Quem pretende presentear as crianças com brinquedos e artigos infantis no próximo dia 11, deve ficar atento e observar se o produto está obedecendo especificações de segurança, a exemplo do selo de qualidade do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). Para ajudar ao consumidor nesta questão, a Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor está dando dicas de como realizar uma compra segura.

Para o secretário do Procon-JP, Helton Renê, uma das primeiras coisas é que os pais devem ficar atentos ao selo do Inmetro porque, sem esse atestado de qualidade, não se tem como comprovar se o produto obedece a especificações técnicas de finalidade e segurança. “Esta semana, iniciamos a operação Brinquedo Legal para verificar se as lojas estão agindo em conformidade quanto aos brinquedos e, só no primeiro dia, foram encontrados mais de 700 produtos sem o selo do Inmetro. Por isso, é importante os pais ficarem atentos”, afirma.

Outra dica do titular do Procon-JP é quanto à informação, na embalagem do brinquedo, a que idade ele se destina. “Isso é muito importante porque aí entra a questão direta de segurança. Os produtos destinados a uma criança de seis anos não servem para uma criança de dois anos. Esse brinquedo pode, inclusive, se tornar uma arma perigosa”, alerta Helton.

Português - Outro ponto de atenção é verificar se as informações estão escritas em língua portuguesa. “Aconselhamos aos pais que não comprem os produtos que tenham esse tipo de irregularidade. As informações não podem estar apenas em língua estrangeira. Estamos falando de crianças e de segurança. O ideal é que o brinquedo esteja todo em ordem e isso pode ser observado nos rótulos da embalagem”.

Apreensão - A Operação Brinquedo Legal, que iniciou no dia 4 de outubro e autuou cinco estabelecimentos, apreendeu mais de 700 produtos, como capacetes e kits de proteção para bicicletas e patins, carrinhos, bonecos, piscinas infantis de vários tamanhos, velocípedes, colchões infláveis de vários tamanhos. A fiscalização se estenderá até o próximo dia 11, véspera do Dia das Crianças.

Pesquisa – O secretário também chama a atenção dos pais para a diferença nos preços dos brinquedos nos estabelecimentos da Capital. “Nossa pesquisa de preços para brinquedos divulgada esta semana mostrou grandes diferenças nos preços de um mesmo produto, a exemplo da bicicleta Avengers aro 16 Bandeirante, que chegou a mais de R$ 200,00 de um estabelecimento para outro, por isso é importante consultar nossa pesquisa nos sites www.joaopessoa.pb.gov.br www.proconjp.pb.gov.br. A economia pode ser bem significativa”, complementa.

Serviço de atendimento do Procon-JP:

SAC – segunda-feira a sexta-feira: 8h às 14h na sede situada na Avenida D. Pedro I, nº 473, Tambiá.

Telefones – segunda-feira a sexta-feira das 8h às 14h: 0800-083-2015, 2314-3040, 3214-3042, 3214-3046.

MP-Procon – segunda-feira a sexta-feira: 8h às 17h na sede situada no Parque da Lagoa Sólon de Lucena, nº 300, Centro.

O que você achou desta notícia?
bom Gostei ruim Não Gostei
Gostei 0
Não Gostei 0
Por:
Link:
Comentários ()
© 2011 - 2017 - Araruna1.com
Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução parcial ou total deste site sem prévia autorização.