Notícia
Após Jeová, mais um aliado endossa nome de Azevêdo para 2018: “João tem uma estrutura forte”

Publicado em 13/11/2017

Reprodução

Os deputados do PSB vestiram a decisão do partido de lançar o nome do secretário João Azevêdo (PSB) como nome escolhido para disputar o Governo da Paraíba, nas eleições de 2018 e iniciaram a semana reforçando e alavancando a tese.

Depois do deputado estadual Jeová Campos (PSB), agora foi a vez do deputado Adriano Galdino (PSB) fazer movimentações em prol do socialista, avisando que a candidatura do secretário não apenas é para valer, como é ele quem vai vencer o pleito do ano que vem no Estado.

“É para valer com toda a certeza. O PSB tem um governador que é avaliado como o governador mais popular do Brasil. O PSB tem uma gestão na Paraíba que melhorou a vida do paraibano, tem obras em todas as cidades, obras estruturantes, que melhorou a vida do povo da Paraíba, e o PSB tem todo o direito de apresentar um quadro, um político, um técnico que tenha todas as condições de dar continuidade a esse projeto. João está preparadíssimo, conhece a Paraíba com ninguém, nós temos um grupo político muito forte”, disse.

Sobre as críticas da oposição de que João não seria um nome forte, Galdino manda um recado, alertando que a estrutura formada por governadores, deputados estaduais, federais, prefeitos e vereadores aliados ao projeto do PSB tem força suficiente para se somar a capacidade do secretário e trazer a vitória, mais uma vez, para o PSB.

“Alguém pergunta: mas João não é tão forte como A, B ou C. Talvez João não seja tao forte quanto eles, mas quem está por trás de João é o maior grupo político da Paraíba. Temos 24 deputados estaduais, temos seis ou sete federais, temos um governador, temos uma estrutura política forte, e quando soma tudo isso faz João um candidato mais forte e vai vencer as próximas eleições”, arrematou.




PB Agora


Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Araruna1 | O portal de notícias de Araruna e Região não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrarem.