Araruna-PB, Terça-Feira, 23 de Janeiro de 2018
Publicidade
Sexo e Relacionamento
21 de Novembro de 2017 ás 09:21h
Estudo indica que homem está mais propenso a trair no casamento

Ninguém entra um relacionamento ou se casa com a intenção de trair. No entanto, é um fato que os casos extraconjugais acontecem e uma nova pesquisa reúne informações sobre quando essa traição é mais provável de acontecer em um casamento.

O estudo, publicado no “The Journal of Sex Research”, descobriu que a infidelidade é mais provável de acontecer em relacionamentos de longa duração, em especial durante o casamento , e que os homens são mais propensos a trair do que mulheres.

De acordo com os pesquisadores israelenses, a infidelidade feminina geralmente acontece entre os seis e dez anos de casamento, já a masculina depois dos 11 anos. Será que chamada “crise dos 7 anos” enfrentada por alguns casais deixou de ser apenas uma crença popular?

Além disso, também foi possível concluir os múltiplos fatores que levam as pessoas a cometer ou não o adultério. A justificativa comum entre os casais pesquisados foi a falta de atenção recebida pelo parceiro e, em contra partida, os principais motivos para não trair está o desejo de manter a moralidade.

Resultados

Os pesquisadores realizaram dois estudos separados que analisaram 423 participantes dos Estados Unidos, convidados a completar um questionário sobre a importância percebida de resistir às tentações da infidelidade.

A decisão de não estar em um caso extraconjugal foi motivada principalmente por questões internas de cada pessoa. Os resultados indicam que ser mulher, ser muito religioso ou estar casado por período curto de tempo são os três fatores com mais influênciam para impedir que alguém cometa traição.

Por outro lado, a pesquisa também enumerou as principais razões que levaram uma pessoa a trair seu parceiro. Entre os homens os motivos variam entre aparência física da amante, dúvidas sobre o relacionamento e falta de sexo e atenção no próprio relacionamento. Já as mulheres justificaram a traição com a falta de atenção do parceiro, interesse do amante ou tédio.

No Brasil, dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), duração média de um casamento é de 15 anos. Além disso, a quantidade de divórcios assinados em 2016 aumentou, enquanto as uniões civis diminuiram 3,7%.

IG

O que você achou desta notícia?
bom Gostei ruim Não Gostei
Gostei 0
Não Gostei 0
Por:
Link:
Comentários ()
© 2011 - 2018 - Araruna1.com
Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução parcial ou total deste site sem prévia autorização.