Araruna-PB, Quarta-Feira, 25 de Abril de 2018
Publicidade
Religiosidade
23 de Novembro de 2017 ás 09:44h
Romaria da Penha terá reforço de 100 agentes de trânsito
Para assegurar a tranquilidade da procissão, em seus 254 anos de tradição, a Semob-JP concluiu o plano de mobilidade para a procissão que acontece neste fim de semana

Cerca de 100 agentes vão assegurar a tranquilidade da tradicional Romaria da Penha, em seus 254 anos de tradição. A Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP) concluiu o plano de mobilidade para a procissão que acontece nestes sábado (25) e domingo (26). O plano vai garantir a fluidez do trânsito, priorizar a segurança dos romeiros, bem como garantir o retorno dos fieis no fim do evento religioso com reforço na frota de ônibus.

A romaria começa a partir das 16h do sábado (25), com o bloqueio de vias na área central da cidade. O plano vai até o fim do evento na manhã do domingo (26), no bairro da Penha. Para a concentração dos participantes e organização da saída da procissão na Igreja Nossa Senhora de Lourdes, haverá a interdição de um trecho da Avenida João Machado, entre as ruas Trincheiras e Rodrigues de Aquino.

Na área do Santuário da Penha, a partir das 7h do sábado, haverá o isolamento total do seu entorno. Apenas os veículos dos moradores que estiverem portando o adesivo “Trânsito Livre” fornecido pela Semob-JP poderão circular no local, sendo este ano apenas um carro por casa. A medida é para evitar que veículos estacionem na área do santuário, reservada para a movimentação dos fieis (pedestres).

Opções de tráfego

Os pontos de isolamento na concentração serão estendidos de acordo com o aumento do número de romeiros, devendo o fluxo da Avenida João Machado, entre a Rua das Trincheiras e a Avenida Tabajaras (Praça Castro Pinto) ser interditado a partir das 18h.

Após o bloqueio do cruzamento entre as avenidas João Machado e Tabajaras, os veículos que vêm da Vasco da Gama em direção ao Centro, deverão seguir pelas ruas Capitão José Pessoa, Rodrigues de Aquino, Irineu Joffiliy, Rodrigues Chaves e Nina Lima, até a cidade baixa, ou em frente, indo à Praça Venâncio Neiva.

Os veículos que saem do Centro com destino a Cruz das Armas, após o fechamento do cruzamento na Diogo Velho com João Machado, deverão seguir pela Rua Desembargador José Peregrino, cruzar a Rodrigues de Aquino, indo até à Rua Nina Lima, retornando às Trincheiras.

Saída do cortejo

Com o início do deslocamento dos romeiros, os agentes de mobilidade serão remanejados para os outros pontos, à frente do cortejo, efetuando os bloqueios e os desvios necessários para a segurança dos caminhantes. A Romaria da Penha tem um percurso de 14 quilômetros, saindo da Igreja de Lourdes, na Avenida João Machado, seguindo pela Avenida Dom Pedro II, Via Expressa Padre Zé (UFPB), principal dos Bancários (João Rodrigues Alves, Sérgio Guerra e Walfredo Brandão e Avenida Hilton Souto Maior, a partir da entrada de Mangabeira até a Penha. A previsão de chegada da procissão é às 4h, na Praça Oswaldo Pessoa.

Ônibus

A Semob-JP também montou um plano especial para atender os usuários do transporte coletivo durante a Romaria da Penha. Serão colocados 100 ônibus extras, que circularão por toda a região de Mangabeira, Beira Rio e pela Avenida Epitácio Pessoa até o Terminal de Integração do Varadouro, partindo da Penha. Os ônibus ficarão estacionados na PB-008, próximos do posto de combustíveis “Federal”.

As linhas do Tetéu estarão operando normalmente durante toda a madrugada do domingo. Equipes da Seção de Fiscalização de Transporte Público (SEFTP) vão controlar a saída/embarque/desembarque dos ônibus após o término do evento religioso.

Bombeiros realiza operação

A Romaria da Penha também vai contar com um reforço no efetivo e esquema especial montado pelo Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba (CBMPB), a fim de evitar acidentes, a corporação empregará aproximadamente 150 militares, apoiados por 25 viaturas de todas as modalidades de atendimento: pré-hospitalar, busca e salvamento e combate a incêndio.

O objetivo da operação é ainda garantir o bem-estar dos romeiros e o pronto-socorro, em casos clínicos ou de urgências. Para isso, conforme o chefe da seção de Planejamento e Operações do CBMPB, major Almir Peixoto, o corredor de quase 14 quilômetros de caminhada contará com bombeiros distribuídos em pontos estratégicos.

Desde a concentração, na Igreja Nossa Senhora de Lourdes, no Centro, até a dispersão na Penha, serão colocados dois postos de observação, oito tendas de atendimento ao público e mais um posto de guarda-vidas na praia da Penha. As tendas estarão equipadas com materiais de primeiros socorros.

O Corpo de Bombeiros orienta aos fiéis que se alimentem bem e se hidratem durante o percurso. “A hidratação é importante, porque mesmo sendo à noite, o desgaste é grande”, comentou o major Almir Peixoto, ao acrescentar que quem tem problema de saúde deve evitar fazer todo o percurso. Ele também lembrou que crianças e idosos devem estar sob supervisão de um responsável e, quem se sentir mal, deve procurar um apoio do Corpo de Bombeiros ou dos órgãos de saúde presentes na romaria.

Quando se sentir cansado, uma dica é parar um pouco. Quem tem problemas com fobia de multidão, deve evitar ir aos locais de concentração de público ou acompanhar a romaria de um lugar mais distante.

Confira os locais dos postos de atendimentos do CBMPB:

– Avenida Dom Pedro II, próximo à “Santinha”
– Posto policial da UFPB
– Proximidades do Carrefour Bancários
– Caixa Econômica dos Bancários
– Em frente ao Centro de Zoonoses de Mangabeira
– Em frente ao Imeq em Mangabeira
– Posto Federal da Penha
– Em frente à Unidade de Saúde da Penha

O que você achou desta notícia?
bom Gostei ruim Não Gostei
Gostei 0
Não Gostei 0
Por:
Link:
Comentários ()
© 2011 - 2018 - Araruna1.com
Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução parcial ou total deste site sem prévia autorização.