Notícia
Deputado pede que MPPB apure morte de empresário dentro de hospital
Morte do empresário de Araruna Jonathan do Vale Ribeiro, de 24 anos, dentro do Hospital Psiquiátrico Juliano Moreira

Publicado em 11/12/2017

Reprodução

O deputado federal Benjamin Maranhão (SD) acionou o Ministério Público para apurar a morte do empresário de Araruna Jonathan do Vale Ribeiro, de 24 anos, dentro do Hospital Psiquiátrico Juliano Moreira, em João Pessoa. “O jovem foi morto por asfixia, isso que diz o laudo. Mas o que nos causa mais espanto é que a unidade removeu o corpo apontando a morte por causa natural. Tratava-se de um crime e o procedimento nunca poderia ter sido aquele. Assassinato é competência da policia e tirar o corpo do local só dificulta a investigação”, disse.
Segundo informações da família, o empresário teve um surto psicótico e foi levado ao Juliano Moreira em busca de tratamento no dia 4 de dezembro. Segundo o deputado, o problema é que Jonathan apareceu morto no último sábado (9) e a família não recebeu nenhuma informação sobre a causa da morte. Ao ver que o jovem tinha marcas no pescoço e hematomas pelo corpo, à família procurou a polícia e só assim foi feita a necropsia, esclarecendo que a causa morte foi asfixia.
Jonathan do Vale Ribeiro era proprietário do Bar Toca da Raposa de Araruna e vinha sofrendo de depressão. “Estamos falando de um assassinato. Temos que saber quem são os culpados, pois esse jovem estava sobre a tutela do Estado e ele é o responsável por manter a integridade. A família esperava receber Jonathan curado e não morto. Pedimos ao Ministério Público que também apure esse caso para que o Estado não tente encobrir essa atrocidade”, disse.


Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Araruna1 | O portal de notícias de Araruna e Região não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrarem.