Araruna-PB, Terça-Feira, 24 de Abril de 2018
Publicidade
Paraíba
10 de Janeiro de 2018 ás 07:21h
João Pessoa e Campina somam 451 assassinatos em 2017
Na Capital, em 2016, foram 350 assassinatos, que representa uma taxa de 43,7 mortes para um grupo de 100 mil habitantes

Os municípios de João Pessoa e Campina Grande registraram, juntos, 451 homicídios durante todo o ano de 2017. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (9) e fazem parte do Anuário da Segurança Pública.

Na Capital, em 2016, foram 350 assassinatos, que representa uma taxa de 43,7 mortes para um grupo de 100 mil habitantes. Em 2017, ocorreram 298 homicídios, o que caracteriza uma taxa de 36,7 mortes para um grupo de 100 mil habitantes.

A redução na quantidade de homicídios entre 2016 e 2017 fez João Pessoa sair do 11º lugar no ranking nacional das capitais mais violentas para a 17ª posição em 2017. No Nordeste, a Capital tem a menor taxa de homicídios e, em comparação com Fortaleza, Maceió, Natal e Recife, João Pessoa foi a única que registrou queda na taxa de homicídios em 2017.

Com relação a Campina Grande, o município registrou 153 homicídios no ano de 2017, contra 133 registrados em 2016. Os dados representam um aumento de 15,5% entre os dois anos.

Em coletiva no Palácio da Redenção, o governador Ricardo Coutinho (PSB) afirmou que os números mostram o acerto do governo no uso de políticas públicas para combate a violência.

“Pegamos a Paraíba com o terceiro maior aumento de CVLIs na última década e agora, nessa década atual, teve a segunda maior redução. Nós mudamos tudo através da política pública. Essa política não pode ser vista como de governo ou de governador, ela é uma política de estado e não tenho a menor dúvida de que a tendência é a continuidade da redução desses indicadores”, disse o governador.

O que você achou desta notícia?
bom Gostei ruim Não Gostei
Gostei 0
Não Gostei 0
Por:
Link:
Comentários ()
© 2011 - 2018 - Araruna1.com
Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução parcial ou total deste site sem prévia autorização.