Notícia
Preço do quilo do feijão varia até 242,42% em João Pessoa

Publicado em 13/01/2018

Reprodução

O preço do quilo do feijão carioca, da marca Kicaldo, chega a variar 242,42% em supermercados de João Pessoa, de acordo com uma pesquisa realizada pela Autarquia de Proteção e Defesa do Consumidor do Estado da Paraíba (Procon-PB). É possível comprar o mesmo produto por R$ 1,98 no Hiper Bompreço do Centro e R$ 6,78 no Todo Dia, no Bancários, uma diferença de R$ 4,80.

O levantamento foi realizado em 11 estabelecimentos da capital entre os dias 10 e 11 de janeiro. Ao todo, foram pesquisados 182 itens alimentícios entre: carne, leite, feijão, arroz, farinha, batata, legumes, pão francês, café em pó, frutas, açúcar, banha, óleo e manteiga. Outra variação expressiva foi o preço do quilo da banana prata, de 204,80%. De R$ 2,29 no supermercado Assaí do Geisel até R$ 6,98 no Pão de Açúcar, em Miramar, uma diferença de R$ 4,69.

Um pacote de café marca Caboclo com 250g varia 105,26% com preços que diferem R$ 4,20, de R$ 3,99 no Atacadão do Geisel até R$ 8,19 no Carrefour do Bessa. Já a carne apresenta a maior variação em custo real. O quilo da carne lagarto tem preços que diferem R$ 17,51 entre dois estabelecimentos diferentes, variação de 92,26%, de R$ 18,98 no Todo Dia, no Bancários, até R$ 36,49 no supermercado Extra, na Av. Epitácio Pessoa.

O quilo do contrafilé varia 60,05% e difere R$ 15 com preços de R$ 24,98 no Bemais, no Bancários, até R$ 39,98 no Extra da Epitácio. O quilo do frango inteiro congelado, marca Sadia, apresenta variação de 60,44% uma diferença de R$ 3,01, de R$ 4,98 no Extra da Epitácio até R$ 7,99 no Supermercado Manaíra.

Cesta completa – Os preços da cesta básica completa nesta segunda semana de janeiro variam até 39,55% e diferem R$ 70,96 com preços que vão de R$ 179,41, no Assaí do Geisel, até R$ 250,37 no Pão de Açúcar, em Miramar.

Da Redação com Assessoria


Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Araruna1 | O portal de notícias de Araruna e Região não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrarem.