Notícia
Óleo de peixe e de girassol podem atacar o fígado

Publicado em 12/02/2018

Reprodução

Pesquisadores analisaram os efeitos de diferentes gorduras alimentares, incluindo óleo de girassol, óleo de peixe e azeite virgem, ao testarem em fígados de ratos.

Os resultados mostraram, segundo o site VivaBem, do UOL, que alguns óleos também podem trazer prejuízos para a saúde quando consumidos ao longo da vida. Em longo prazo, o consumo de óleo de peixe ou de girassol pode aumentar o risco de doença hepática gordurosa, sendo o azeite de oliva virgem considerado a melhor gordura para a vida futura do fígado.

Ao estudar ratos, os especialistas descobriram que a ingestão de óleo de girassol ou óleo de peixe levou a mudanças no fígado que tornaram o órgão vulnerável à esteato-hepatite não alcoólica (NASH), uma forma mais grave de doença hepática gordurosa não alcoólica (NAFLD). Os dois problemas são caracterizados pelo acúmulo de gordura no fígado, que gera inflamação e danos às células do órgão. A NASH aumenta o risco de cirrose hepática e câncer de fígado.

Notícias ao Minuto Brasil

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -


Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Araruna1 | O portal de notícias de Araruna e Região não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrarem.