Notícia
Bombeiros continuam busca por homem soterrado em poço de 13m

Publicado em 11/03/2018

Portalcorreio

ma operação que conta com mais de 20 pessoas Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar e da Prefeitura Municipal de Mamanguape, Litoral Norte paraibano, a 60 quilômetros de João Pessoa, tenta localizar um homem que foi soterrado enquanto cavava um poço. O acidente aconteceu por volta das 8h desse sábado (10), em Mamanguape, mas até a publicação desta matéria a vítima ainda não havia sido encontrada.

Conforme o secretário de Meio Ambiente, Defesa Civil e Recursos Hídricos de Mamanguape, Gemerson Roque, o trabalhador estava cavando um poço, que mede pelo menos 13 metros de profundidade, em uma propriedade privada quando percebeu que as paredes laterais do poço estavam desabando.

“Quando ele percebeu o soterramento pediu ajuda e começou a ser levantado pelos outros trabalhadores, mas aí a barreira lateral esquerda caiu e soterrou ele completamente. Um dia antes, na sexta, irmãos desse trabalhador haviam alertado a ele sobre o perigo do poço, já que o terreno é muito argiloso e úmido. Mas ele não comprou equipamentos corretos para o trabalho e acabou acontecendo essa fatalidade”, afirmou o secretário.

Para tentar encontrar o trabalhador, o Corpo de Bombeiros escorou as paredes do poço, mas ainda existe risco de desabamento no local, o que dificulta o trabalho. Ainda segundo o secretário, as buscas pela vítima ocorre desde às 9h de sábado e segue até que o trabalhador seja localizado.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

“O trabalho vem sendo feito quase que ininterruptamente, já que começou ontem de manhã e seguiu até as 3h deste domingo. Houve uma breve pausa para descanso, mas os bombeiros retomaram por volta das 6h20. O grande perigo é de que um novo desabamento possa atrapalhar as buscas. A Expectativa é de que a gente possa encontrá-lo nas horas”, disse o secretário.


Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Araruna1 | O portal de notícias de Araruna e Região não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrarem.