Araruna-PB, Quarta-Feira, 23 de Maio de 2018
Publicidade
Direitos e Justiça
13 de Março de 2018 ás 12:21h
Vereador que postou vídeo se masturbando é intimado pelo Ministério Público para depor

O vereador de Montadas,  na Paraíba, Sebastião da Costa Silva (PSB), foi intimado pelo Ministério Público (MP) para depor sobre as denúncias de atos libidinosos praticados em uma escola municipal da cidade.

De acordo com a denúncia, o vereador gravou um vídeo se masturbando nas imediações internas da escola e, em seguida, postou em suas redes sociais.

O presidente da Câmara de Montadas, Cássio Avelino (PSD), informou ao  portal Se Liga PB que o vereador ligou para ele na última sexta-feira, dia 09, em busca da Ata da sessão que lhe livrou de um processo de cassação pelo poder legislativo, em 26 de dezembro de 2017.

Cássio ainda informou que a Ata dessa sessão ainda não foi aprovada e a bancada de oposição enviou um oficio solicitando uma sessão para os próximos dias. “Nos enviaram um oficio solicitando uma sessão para aprovação da Ata”, informou.

O presidente ainda justifica que, mesmo a maioria na Câmara livrando o parlamentar de uma possível cassação pelo ato de masturbação em uma rede de ensino pública, espera que a justiça seja feita. “Ele ainda precisa se explicar ao Ministério Público e espero que a justiça seja feita”, termina.

Tentamos contato com o vereador Basto de Militão, mas os nossos telefonemas não foram atendidos.

ENTENDA:

O vereador publicou em uma rede social um vídeo dele se masturbando dentro de uma escola pública. O vídeo foi postado na terça-feira 19 de dezembro e passou pelo menos 2 horas no perfil do parlamentar. Sebastião alega que não sabe como postou o vídeo e disse que “foi sem querer”. O vídeo teve duração de cerca de 30 segundos e foi espalhado em outras redes sociais depois da publicação, mesmo depois do vereador ter apagado a postagem.

O que você achou desta notícia?
bom Gostei ruim Não Gostei
Gostei 0
Não Gostei 0
Por: Wscom
Link:
Comentários ()
© 2011 - 2018 - Araruna1.com
Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução parcial ou total deste site sem prévia autorização.