Notícia
Físico britânico Stephen Hawking morre aos 76 anos no Reino Unido

Publicado em 14/03/2018

Reprodução

O famoso físico britânico Stephen Hawking, um dos maiores cientistas do mundo, morreu nesta quarta-feira (14), aos 76 anos, confirmou a família em um comunicado. A informação é da Agência EFE.

Na declaração, os filhos Lucy, Robert e Tim relataram que ele morreu em sua casa em Cambridge, no Reino Unido, nas primeiras horas de hoje. “Estamos profundamente tristes pelo fato de o nosso amado pai ter morrido hoje”, afirmam os familiares, lembrando que ele foi “um cientista e um homem extraordinário, cujo trabalho e legado perdurarão por muitos anos”.

Os filhos destacam que “sua coragem e persistência, com seu brilho e humor, inspiraram pessoas em todo o mundo”.

“Ele disse uma vez que este não seria um grande universo se não fosse o lar das pessoas que você ama”, comentaram, ressaltando que vão sentir falta dele “para sempre”.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Hawking foi um físico teórico, astrofísico, cosmólogo e divulgador, que sofria de uma doença vinculada à Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA).

A doença foi se agravando com o passar do tempo até que ele ficou praticamente paralisado e, com isso, foi obrigado a se comunicar por meio de um aparelho que reproduzia sua voz, o que não o impediu de continuar investigando os segredos do universo.

Recentemente, o cientista britânico divulgou um relatório detalhado sobre os buracos negros, tema que mais pesquisou ao longo de sua vida. Foi em entrevista a Neil deGrasse Tyson, no programa de televisão Star Talk, no National Geographic Channel, onde ressaltou que antes do Big Bang nada aconteceu.

Hawking escreveu Uma Breve História do Tempo, líder em vendas em nível internacional e que o tornou uma das maiores celebridades do mundo científico desde Albert Einstein.

Apesar de seus problemas de saúde, que começaram a se agravar quando tinha 21 anos, Hawking viveu mais de meio século com uma patologia que, muitas vezes, é responsável por morte prematura.

Stephen Hawking nasceu no dia 8 de janeiro de 1942, em Oxford (Reino Unido) e se transformou em uma das figuras mais influentes no mundo da ciência, não apenas como teórico e astrofísico, mas também como divulgador científico.

Agência Brasil


Educação e cursos
Abertas Abertas as inscrições para o curso “Breve História da Arte Moderna e Contemporânea”, com o artista plástico e professor Sidney Azevedo. As inscrições são gratuitas e presenciais, sendo necessário preencher e assinar a ficha de inscrição que está disponível na recepção do prédio administrativo da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no Altiplano. As aulas têm previsão para começar no dia 8 de maio deste ano. Estão sendo ofertadas 50 vagas. As aulas acontecerão no turno da tarde, todas as quartas-feiras, das 15h às 17h. O curso ao mesmo tempo em que irá capacitar os funcionários da Estação Cabo Branco também é aberto ao público. “A perspectiva deste curso é estabelecer um núcleo contínuo de estudos para aprimoramento do nível teórico e prático dos profissionais que atuam na área de competência das artes, incluindo os profissionais das demais áreas do conhecimento”, comentou o professor Sidney Azevedo. O curso terá duração total de 48h/aula e será desenvolvido em quatro módulos de 12h, distribuídos em seis meses. Perfil de Sidney Azevedo Sidney Azevedo é mestre em História da Arte, Crítica e Processos de Criação pela PPGAV/UFPB/UFPE. Professor de Artes Visuais da Sedec PMJP, com exposições coletivas e individuais dentro e fora do País. Licenciado em Artes Visuais pela UFPB. Também foi professor de instituições como o Centro Universitário de João Pessoa (Unipê) e a Fundação de Apoio ao IFPB (Funetec/PB). Foi diretor do Casarão 34, Unidade Cultural da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) e da Casa da Pólvora, no Centro Histórico.para curso de história da arte na Estação Cabo Branco