Araruna-PB, Terça-Feira, 24 de Abril de 2018
Publicidade
Brasil
17 de Abril de 2018 ás 08:25h
Compensação de cheques para qualquer valor deve ser em um dia útil
Novo prazo para o serviço está determinado na circular 3.859, publicada pelo Banco Central em novembro de 2017
Desde essa segunda-feira (16), os cheques de qualquer valor devem ser compensados em um dia útil, alerta a Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor ao cidadão pessoense. Até ontem, os bancos podiam compensar os cheques de até R$ 299,99 em dois dias úteis. O novo prazo para o serviço está determinado na circular 3.859, publicada pelo Banco Central em novembro de 2017.

O secretário Helton Renê informa que a compensação de cheques para qualquer valor em um dia útil está valendo para documentos de pessoas físicas, jurídicas, empresas e favorecidos. “Segundo informação da Federação Brasileiras dos Bancos (Febraban), o novo prazo foi viabilizado devido à implementação da compensação por imagem, que reduziu o tempo e o gasto com transporte, eliminado os malotes de trocas físicas”.

O titular do Procon-JP chama a atenção do consumidor para que mantenha o cuidado no uso dos seus cheques, mesmo quando, hoje, o cartão de crédito/débito vem tomando o espaço dessa forma de transação financeira. “Atualmente, o cartão de crédito é uma das formas mais utilizadas em transações financeiras, mas, mesmo assim, quem ainda usa cheque deve ficar atento, porque, quando as instituições financeiras começam a ‘facilitar’ muito a vida dos clientes, algum ganho estão tendo”, disse Renê.

Cheque especial

Outra mudança que vai ocorrer no início de julho deste ano é quanto à possibilidade de negociação do cheque especial, quando o consumidor utilizar pelo menos 15% do crédito por 30 dias.

“Nesse caso, os bancos devem oferecer um parcelamento mais adequado e com taxas de juros menores. E novamente faço um alerta, baseado em minha experiência: parece que está havendo um estímulo para que o consumidor volte a utilizar mais o cheque especial. Usar o bom senso deve ser a palavra do dia a dia porque, certamente, os bancos são programados para nunca perder”, salienta Helton Renê.

O que você achou desta notícia?
bom Gostei ruim Não Gostei
Gostei 0
Não Gostei 0
Por:
Link:
Comentários ()
© 2011 - 2018 - Araruna1.com
Todos os direitos reservados
É proibida a reprodução parcial ou total deste site sem prévia autorização.