Notícia
Prazo para eleitor tirar título termina na próxima quarta-feira (09)

Publicado em 06/05/2018

Pbagora

O eleitor tem até o próximo dia 9 de maio para requerer a sua inscrição eleitoral, alterar dados cadastrais ou transferir o domicílio eleitoral para estar apto a votar nas eleições de outubro. A data também será o último dia para o eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida solicitar sua transferência para seção com acessibilidade.

Ainda de acordo com o calendário eleitoral, 9 de maio será o prazo final para que os presos provisórios e os adolescentes internados que não tiverem inscrição eleitoral regular sejam alistados ou requeiram a regularização de sua situação para votar nas eleições de 2018. Os prazos constam da Resolução 23.555/2017 do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A inclusão e a atualização da identidade de gênero no cadastro eleitoral também devem ser feitas até o dia 9 de maio para valer nas eleições de outubro. Travestis e transexuais podem incluir o nome social no título de eleitor e no caderno de votação das eleições desde o dia 3 de abril.

Quem perder esse prazo só poderá fazer a alteração após as eleições, para os próximos pleitos. O nome social é aquele pelo qual o transexual ou travesti é reconhecido socialmente, diferente do nome civil, que consta na certidão de nascimento. Já a identidade de gênero estabelece com que gênero a pessoa se identifica, masculino ou feminino.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

 


Educação e cursos
Abertas Abertas as inscrições para o curso “Breve História da Arte Moderna e Contemporânea”, com o artista plástico e professor Sidney Azevedo. As inscrições são gratuitas e presenciais, sendo necessário preencher e assinar a ficha de inscrição que está disponível na recepção do prédio administrativo da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no Altiplano. As aulas têm previsão para começar no dia 8 de maio deste ano. Estão sendo ofertadas 50 vagas. As aulas acontecerão no turno da tarde, todas as quartas-feiras, das 15h às 17h. O curso ao mesmo tempo em que irá capacitar os funcionários da Estação Cabo Branco também é aberto ao público. “A perspectiva deste curso é estabelecer um núcleo contínuo de estudos para aprimoramento do nível teórico e prático dos profissionais que atuam na área de competência das artes, incluindo os profissionais das demais áreas do conhecimento”, comentou o professor Sidney Azevedo. O curso terá duração total de 48h/aula e será desenvolvido em quatro módulos de 12h, distribuídos em seis meses. Perfil de Sidney Azevedo Sidney Azevedo é mestre em História da Arte, Crítica e Processos de Criação pela PPGAV/UFPB/UFPE. Professor de Artes Visuais da Sedec PMJP, com exposições coletivas e individuais dentro e fora do País. Licenciado em Artes Visuais pela UFPB. Também foi professor de instituições como o Centro Universitário de João Pessoa (Unipê) e a Fundação de Apoio ao IFPB (Funetec/PB). Foi diretor do Casarão 34, Unidade Cultural da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) e da Casa da Pólvora, no Centro Histórico.para curso de história da arte na Estação Cabo Branco