Araruna
Prefeito Vital Costa perde mais uma ação judicial para o Vereador Adailson Bernardo
Juíza da Segunda Vara da Comarca de Araruna julga IMPROCEDENTE ação que o prefeito apresentou contra o parlamentar

Publicado em 17/10/2020 11:15

Reprodução

Mais uma derrota judicial para o Prefeito Constitucional de Araruna, Vital Costa. Nesta última quarta-feira, 14 de outubro de 2020, o gestor ararunense teve resposta para mais uma de suas atitudes de perseguição política.

O prefeito entrou com uma Ação de Reparação de Danos Morais contra o Vereador Adailson Bernardo, alegando ter tido sua imagem e honra denegrida pelo parlamentar que citou em um áudio o Processo de Investigação Criminal (PIC) n° 002.2019.056388/MPPB/PGJ/CCRIMP -  que ainda está em trâmite no Ministério Público a respeito de suplementações orçamentárias no valor de mais de R$10 milhões de reais que foram realizadas pela atual gestão de Araruna sem a devida autorização legislativa.

 VEJA:

investigacaovital

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Agindo o gestor de má-fe, a fim de tentar prejudicar o parlamentar Adailson Bernardo que estava em atuação do seu devido dever constitucional que é fiscalizar o dinheiro público, o Prefeito Vital Costa teve a sua Ação julgada pela Juíza Clara de Faria Queiroz como IMPROCEDENTE, extinguindo assim o presente feito e ficando o autor da ação obrigado a pagar os honorários de sucumbência aos advogados da parte ré, Dr. Rafael Furtado de Oliveira e Dr. João Clécio Alves do Nascimento. 

O vereador Adailson Bernardo lamenta tamanha perseguição e desnecessidade de tais atitudes da atual gestão e aproveita o espaço para comunicar ao Prefeito que fique ciente de uma Denunciação Caluniosa que será impetrada em seu desfavor como retorno do seu comportamento de tamanho fraqueza.

VEJA:

processo.vitaconclusao.processo.vital