Economia
Economista do FMI que era contra a quarentena morre de coronavírus

Publicado em 27/03/2020 09:57 - Atualizado em 27/03/2020 09:57

Reprodução

Morreu em Washington DC (EUA) na última terça-feira (24), vítima de coronavírus, o paquistanês Rehman Shukr, de 26 anos. O jovem era economista e especialista financeiro do Fundo Monetário Internacional (FMI) e filho de Abeera Choudhry, um militar de alta patente do Paquistão.

No último sábado, 21 de março, ele fez sua última publicação no Facebook onde questionava os efeitos da quarentena na economia. Ele postou: “Difícil decidir se o aspecto humano da doença é mais importante do que as implicações na economia e em outras áreas importantes”.

O jovem compartilhou um texto do ‘The New York Times’ e questionou os efeitos do isolamento forçado como medida efetiva de combate ao coronavírus.

“Nossa luta contra o coronavírus é pior que a própria doença? Difícil decidir se o aspecto humano da doença é mais importante do que as implicações na economia e em outras áreas importantes. É muito fácil deixar a emoção guiar a política, e já vimos o porquê é uma ideia ruim”, escreveu.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

1000 x 100
ANÚNCIE AQUI

Rehman destacou que o artigo era “muito importante”, pois muitas lojas, bares e restaurantes fecharam por conta da pandemia do coronavírus.

Alguns amigos demonstraram pesar pela morte de Rehman. “Que notícia triste, estou de coração partido”, escreveu um deles. “Descanse em paz, meu amigo”, publicou outro.

Veja alguns veículos que noticiaram a morte de Rehman Shukr:

Jornal Dawn, o mais antigo e um dos três jornais mais lidos do Paquistão — https://www.dawn.com/news/1543816/3-pakistanis-in-us-among-covid-19-fatalities

The News International, um dos mais populares do Paquistão — https://www.thenews.com.pk/print/634176-maj-gen-s-son-dies-of-covid-19-in-us

Daily Pakistan Global — https://en.dailypakistan.com.pk/25-Mar-2020/pakistan-army-officer-s-son-dies-of-covid-19-in-us