Araruna
Resumo da Sessão (22/11) Câmara Municipal de Araruna / PB

Publicado em 26/11/2019 17:55

Reprodução

Na tarde desta sexta-feira (22/11) aconteceu mais uma sessão ordinária na Câmara Municipal de Araruna/PB – Casa Nô Lima, sob a presidência do vereador Carlos Antônio de Sousa Teixeira, vulgo Toinho Natanael. Para a abertura, em conformidade com a Ordem do Dia, foi lida a ata da sessão anterior, como também os projetos para a ordem do dia. 

 

 Veja resumo da sessão:

 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O primeiro vereadora a discursar, Adailson Bernardo, iniciou saudando a todos. Disse estar muito feliz pelo fato de boa parte da população comparecer à sessão naquele dia. Acerca do Bolsa Cidadã, o vereador afirma que terá critérios para quem receberá essa bolsa, a qual será distribuída de acordo com quem recebe hoje o Bolsa Família. Finalizou dizendo achar um absurdo o Líder do Poder Executivo usar as redes sociais para tentar invalidar a boa imagem dos vereadores do município. 

 

O vereador Francisco Railton iniciou agradecendo a Deus e saudando a todos presentes na Câmara. Disse à população que está muito feliz por aqueles que irão receber a Bols Cidadã. Afirmou que todos os vereadores lutarão juntos para o bem da população. Disse ainda que o que o prefeito está fazendo a obrigação dele, e não porque ele é bom. Agradeceu a todos. 

 

A vereadora Maria de Lourdes iniciou suas palavras saudando a todos e parabenizando a população pela presença. Parabenizou também os vereadores da oposição por se prontificarem a votar a favor da Bolsa Cidadã. Disse ainda que fica muito feliz em participar desse momento de aprovação do programa o qual irá favorecer o povo. Finalizou desejando boa tarde a todos. 

 

O vereador Jeferson Targino iniciou desejando uma boa tarde a todos. Sobre as matérias do plenário, ele falou que os vereadores estão de comum acordo devido a urgência e necessidade da matéria. Sobre o programa Bolsa Cidadã está de acordo para 500 pessoas, não significa dizer que mais famílias não serão beneficiadas. Sobre as congratulações a aluna Rafaela Daluz Nunes que alcançou um prêmio nas Olimpíadas de Química, sendo a única paraibana a ter conseguido esse mérito, além disso também, parabenizou o professor de Rafaela, Antônio Marco Lacerda. Agradeceu a todos. 

 

O vereador Rodolfo Cordeiro iniciou falando sobre o projeto Bolsa Cidadã dizendo que quando os vereadores da oposição falam que vai abranger as pessoas da Bolsa Família, sendo que há um grande número de pessoas que não recebem o Bolsa Família, mas que precisa muito ser incluído nesse programa do Bolsa Cidadã. Agradeceu a todos. 

 

O vereador Francisco Ednaldo (Naldo de Zé de Neco) iniciou saudando a todos e dizendo que os vereadores nunca foram contra o povo ararunense e nunca votarão contra o projetos que beneficiem a população. Desejou uma boa tarde a todos e agradeceu a todos os presentes. 

 

O vereador Antônio Olinto iniciou saudando a todos. Falou inicialmente que não fez nenhuma emenda para se promover politicamente, mas que se alguém achar que ele está fazendo a coisa certa, que seja colocada em votação próximo ano. Falou também suas proposituras colocadas na Câmara. Disse ainda que muitos brigam para defender o povo apenas quando a população comparece na Câmara. Finalizou agradecendo.  

 

O vereador Caio Ludgério usou a tribuna e iniciou sua fala saudando a todos e afirmando que o que for de benefício para a população, ele estará sempre a favor. Enfatizou os problemas que a Câmara teve com a justiça, e, por isso, aquelas proposituras ainda não tinham sido votadas. No entanto, não aceita o fato do gestor querer jogar a população contra os vereadores da oposição, quando na verdade uma pessoa precisa de um carro e ao chegar na prefeitura é humilhado. Finalizou agradecendo a todos. 

 

O vereador Luís Martiniano iniciou dando boa tarde a todos. Pediu que o vereador Adailson Bernardo retire a emenda colocada por ele, para que a população não sofra as consequências. Disse ainda não aceitar a oposição falar mal da gestão quando na verdade no passado existia grandes falhas. Citou ainda que atualmente todos os PSF’s estão com médicos e que o Pronto Atendimento – P.A, até o dia de hoje não faltou médico se quer um minuto. 

 

O vereador Antônio Bernardo foi à tribuna para dizer a população presente que todos estão de parabéns por comparecer. Disse também que o projeto será aprovado. Já sobre a saúde, o vereador afirmou que na gestão de Wilma Maranhão não havia problemas. 

 

O vereador Adailson Bernardo retornou à tribuna para falar sobre o projeto Bolsa Cidadã, afirmando que receberá quem ganha inferior a duzentos reais, a criança deve estar com mais de 85% de presença na escola, entre vários outros. Lembrou ainda que no projeto, há um artigo que diz que um responsável terá que trabalhar voluntariamente em uma escola, sendo assim, trabalhará de graça para poder receber R$ 60,00 da prefeitura.  

 

O vereador Francisco Railton (Pepeta) retornou à tribuna e disse que acha muito interessante alguém falar bem sobre o prefeito, mas pediu que pergunte ao gestor quanto ele e a família dele ganha no município. Disse ainda que o prefeito não assume compromisso. Afirmou que tem carro para a família do gestor “andar”, mas não para a população. Pediu também para que o prefeito respeite seus funcionários e os trate bem, pois eles merecem.

 

O vereador Jeferson Targino retornou à tribuna para falar que existe uma passagem bíblica que virão lobos em pele de cordeiro. Disse ainda que os discursos que são levados à tribuna são carregados de ódio e muitas vezes até rancor. Afirmou também que a sessão deve ser usada para discutir os projetos, mas não para fazer jogos políticos. 
 
O vereador Rodolfo Cordeiro retornou à tribuna para dizer que na câmara parece existir 11 verdades. Afirmou que há mais de 18 carros servindo a população e que a verdade é que existem pessoas que tentam manchar a imagem do prefeito. Disse ainda que quando o vereador Adailson Bernardo fala que a população não receberá o Bolsa Cidadã, é por culpa dos vereadores da oposição que não querem votar na suplementação. – O vereador e presidente Toinho Natanael o interrompeu e disse que nenhum vereador da oposição votará contra a suplementação.

 

O vereador Antônio Olinto retornou à tribuna e disse que a Câmara Legislativa tem o direito de votar contra ou a favor das proposituras. Disse ainda que o vereador Caio Ludgério erra quando diz que é necessário levar título para receber medicamento. – O vereador Caio Ludgério se pronunciou e disse que não é para receber medicamentos, mas sim para conseguir um carro, aonde tem que levar o título para que seja feito um cadastro na prefeitura. 

 

O vereador Jeferson Targino mais uma vez retornou à tribuna mais uma vez para falar que não se pode criticar uma gestão por algumas vezes não conseguir um carro. Disse ainda que a suplementação e o projeto Bolsa Cidadã difere um do outro. Afirmou que a suplementação é para pagar medicamento e outras coisas na prefeitura, mas não para o Bolsa Cidadã.  

 

Ao final da sessão as emendas e os projetos foram aprovados, inclusive o Projeto Bolsa Cidadã e a Suplementação de abertura de crédito de até 10%. 

 

A sessão contou com a presença dos Vereadores: Adailson Bernardo, Antônio Olinto da Costa, Carlos Antônio de Souza Teixeira, Rodolfo Cordeiro, Francisco Railton Neves Pontes, Francisco Edinaldo Pontes Martins, Antônio Bernardo de Sousa, Jefferson Targino, Caio Ludgério, Maria de Lourdes Solano de Macêdo e Luís Martiniano. 


Foto: Divaldo Lima
Texto: Nayara Soare

Na tarde desta sexta-feira (22/11) aconteceu mais uma sessão ordinária na Câmara Municipal de Araruna/PB – Casa Nô Lima, sob a presidência do vereador Carlos Antônio de Sousa Teixeira, vulgo Toinho Natanael. Para a abertura, em conformidade com a Ordem do Dia, foi lida a ata da sessão anterior, como também os projetos para a ordem do dia. 

 

 Veja resumo da sessão:

 

O primeiro vereadora a discursar, Adailson Bernardo, iniciou saudando a todos. Disse estar muito feliz pelo fato de boa parte da população comparecer à sessão naquele dia. Acerca do Bolsa Cidadã, o vereador afirma que terá critérios para quem receberá essa bolsa, a qual será distribuída de acordo com quem recebe hoje o Bolsa Família. Finalizou dizendo achar um absurdo o Líder do Poder Executivo usar as redes sociais para tentar invalidar a boa imagem dos vereadores do município. 

 

O vereador Francisco Railton iniciou agradecendo a Deus e saudando a todos presentes na Câmara. Disse à população que está muito feliz por aqueles que irão receber a Bols Cidadã. Afirmou que todos os vereadores lutarão juntos para o bem da população. Disse ainda que o que o prefeito está fazendo a obrigação dele, e não porque ele é bom. Agradeceu a todos. 

 

A vereadora Maria de Lourdes iniciou suas palavras saudando a todos e parabenizando a população pela presença. Parabenizou também os vereadores da oposição por se prontificarem a votar a favor da Bolsa Cidadã. Disse ainda que fica muito feliz em participar desse momento de aprovação do programa o qual irá favorecer o povo. Finalizou desejando boa tarde a todos. 

 

O vereador Jeferson Targino iniciou desejando uma boa tarde a todos. Sobre as matérias do plenário, ele falou que os vereadores estão de comum acordo devido a urgência e necessidade da matéria. Sobre o programa Bolsa Cidadã está de acordo para 500 pessoas, não significa dizer que mais famílias não serão beneficiadas. Sobre as congratulações a aluna Rafaela Daluz Nunes que alcançou um prêmio nas Olimpíadas de Química, sendo a única paraibana a ter conseguido esse mérito, além disso também, parabenizou o professor de Rafaela, Antônio Marco Lacerda. Agradeceu a todos. 

 

O vereador Rodolfo Cordeiro iniciou falando sobre o projeto Bolsa Cidadã dizendo que quando os vereadores da oposição falam que vai abranger as pessoas da Bolsa Família, sendo que há um grande número de pessoas que não recebem o Bolsa Família, mas que precisa muito ser incluído nesse programa do Bolsa Cidadã. Agradeceu a todos. 

 

O vereador Francisco Ednaldo (Naldo de Zé de Neco) iniciou saudando a todos e dizendo que os vereadores nunca foram contra o povo ararunense e nunca votarão contra o projetos que beneficiem a população. Desejou uma boa tarde a todos e agradeceu a todos os presentes. 

 

O vereador Antônio Olinto iniciou saudando a todos. Falou inicialmente que não fez nenhuma emenda para se promover politicamente, mas que se alguém achar que ele está fazendo a coisa certa, que seja colocada em votação próximo ano. Falou também suas proposituras colocadas na Câmara. Disse ainda que muitos brigam para defender o povo apenas quando a população comparece na Câmara. Finalizou agradecendo.  

 

O vereador Caio Ludgério usou a tribuna e iniciou sua fala saudando a todos e afirmando que o que for de benefício para a população, ele estará sempre a favor. Enfatizou os problemas que a Câmara teve com a justiça, e, por isso, aquelas proposituras ainda não tinham sido votadas. No entanto, não aceita o fato do gestor querer jogar a população contra os vereadores da oposição, quando na verdade uma pessoa precisa de um carro e ao chegar na prefeitura é humilhado. Finalizou agradecendo a todos. 

 

O vereador Luís Martiniano iniciou dando boa tarde a todos. Pediu que o vereador Adailson Bernardo retire a emenda colocada por ele, para que a população não sofra as consequências. Disse ainda não aceitar a oposição falar mal da gestão quando na verdade no passado existia grandes falhas. Citou ainda que atualmente todos os PSF’s estão com médicos e que o Pronto Atendimento – P.A, até o dia de hoje não faltou médico se quer um minuto. 

 

O vereador Antônio Bernardo foi à tribuna para dizer a população presente que todos estão de parabéns por comparecer. Disse também que o projeto será aprovado. Já sobre a saúde, o vereador afirmou que na gestão de Wilma Maranhão não havia problemas. 

 

O vereador Adailson Bernardo retornou à tribuna para falar sobre o projeto Bolsa Cidadã, afirmando que receberá quem ganha inferior a duzentos reais, a criança deve estar com mais de 85% de presença na escola, entre vários outros. Lembrou ainda que no projeto, há um artigo que diz que um responsável terá que trabalhar voluntariamente em uma escola, sendo assim, trabalhará de graça para poder receber R$ 60,00 da prefeitura.  

 

O vereador Francisco Railton (Pepeta) retornou à tribuna e disse que acha muito interessante alguém falar bem sobre o prefeito, mas pediu que pergunte ao gestor quanto ele e a família dele ganha no município. Disse ainda que o prefeito não assume compromisso. Afirmou que tem carro para a família do gestor “andar”, mas não para a população. Pediu também para que o prefeito respeite seus funcionários e os trate bem, pois eles merecem.

 

O vereador Jeferson Targino retornou à tribuna para falar que existe uma passagem bíblica que virão lobos em pele de cordeiro. Disse ainda que os discursos que são levados à tribuna são carregados de ódio e muitas vezes até rancor. Afirmou também que a sessão deve ser usada para discutir os projetos, mas não para fazer jogos políticos. 
 
O vereador Rodolfo Cordeiro retornou à tribuna para dizer que na câmara parece existir 11 verdades. Afirmou que há mais de 18 carros servindo a população e que a verdade é que existem pessoas que tentam manchar a imagem do prefeito. Disse ainda que quando o vereador Adailson Bernardo fala que a população não receberá o Bolsa Cidadã, é por culpa dos vereadores da oposição que não querem votar na suplementação. – O vereador e presidente Toinho Natanael o interrompeu e disse que nenhum vereador da oposição votará contra a suplementação.

 

O vereador Antônio Olinto retornou à tribuna e disse que a Câmara Legislativa tem o direito de votar contra ou a favor das proposituras. Disse ainda que o vereador Caio Ludgério erra quando diz que é necessário levar título para receber medicamento. – O vereador Caio Ludgério se pronunciou e disse que não é para receber medicamentos, mas sim para conseguir um carro, aonde tem que levar o título para que seja feito um cadastro na prefeitura. 

 

O vereador Jeferson Targino mais uma vez retornou à tribuna mais uma vez para falar que não se pode criticar uma gestão por algumas vezes não conseguir um carro. Disse ainda que a suplementação e o projeto Bolsa Cidadã difere um do outro. Afirmou que a suplementação é para pagar medicamento e outras coisas na prefeitura, mas não para o Bolsa Cidadã.  

 

Ao final da sessão as emendas e os projetos foram aprovados, inclusive o Projeto Bolsa Cidadã e a Suplementação de abertura de crédito de até 10%. 

 

A sessão contou com a presença dos Vereadores: Adailson Bernardo, Antônio Olinto da Costa, Carlos Antônio de Souza Teixeira, Rodolfo Cordeiro, Francisco Railton Neves Pontes, Francisco Edinaldo Pontes Martins, Antônio Bernardo de Sousa, Jefferson Targino, Caio Ludgério, Maria de Lourdes Solano de Macêdo e Luís Martiniano. 


Foto: Divaldo Lima
Texto: Nayara Soare