Araruna
RESUMO DA SESSÃO DA CÂMARA DE VEREADORES DE ARARUNA (30/08); veja aqui

Publicado em 30/08/2019 20:05 - Atualizado em 30/08/2019 20:05

Na tarde da última sexta-feira (30/08) aconteceu mais uma sessão ordinária na Câmara Municipal de Araruna/PB – Casa Nô Lima, sob a presidência do vereador Carlos Antônio de Sousa Teixeira. Para a abertura, o presidente pediu para que fosse feita a leitura da ata da sessão anterior.  

 

O vereador Luís Martiniano pediu a palavra para afirmar que a mesa diretora não está dentro da lei.

 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O presidente, por sua vez, afirmou que a mesa é essa e que se os vereadores não aceitarem, procurem a justiça, mas que há o entendimento da assessoria jurídica para que assim esteja a mesa diretora.

 

O vereador Luís Martiniano se retirou da sessão.

 

A ata das sessões anteriores continuaram sendo lidas. Posteriormente foram lidos os ofícios, assim como também os projetos de lei e parecer.

 

O vereador Antônio Bernardo foi o primeiro a usar da palavra e iniciou saudando a todos os presentes e disse que todos os requerimentos e projetos estão todos aceitos. Pediu para que o prefeito olhasse o Ginásio de Esportes por trás de Dr. Diogo e que seria interessante colocar um vigia para inspecionar o local.

 

O vereador Caio Ludgério saudou a todos os presentes. Registrou seu requerimento no que diz respeito a substituição de um ônibus de pequeno porte por um de grande porte para levar os estudando até Guarabira. Lamentou a postura do questionamento à assessoria da Câmara Municipal e que está recebendo um verdadeiro boicote, inclusive de outros colegas advogados. Pediu ainda para que os vereadores que estejam acreditando que está ilegal, que procurem a justiça. Aproveitou para agradecer a gestão do município por ter atendido o requerimento no qual pediu manutenção das estradas do Loteamento José Gomes de Azevedo e pediu para que o prefeito resolva a situação do Distrito Mecânico. Falou ainda sobre o projeto do vereador Adailson Bernardo para nomear o calçadão para a Universidade de Professor Expedito. Lembrou ainda pedir para que fosse colocado redutores de velocidade na Avenida principal da cidade.

 

O vereador Adailson Bernardo saudou a todos os presentes. Falou do cidadão “Chico Pé de Quenga”, que infelizmente partiu, o qual era da base do prefeito, mas que na verdade quando precisou da prefeitura ele não foi atendido, tendo inclusive que fazer postagens nas redes sociais para que a prefeitura pudesse se movimentar. Já em relação ao alerta, o município está com falta de médicos, de extintores nas UBS’s e muitas outras coisas que são necessárias para o bom funcionamento da saúde pública da cidade. Quanto a situação do transporte dos alunos, se o prazo que o prefeito deu expirar e nada tiver sido feito, ele entrará com ação no ministério público. Pediu a pavimentação do Maquiné e do Conjunto Cícero Muçar.

 

O vereador Francisco Railton iniciou saudando a todos. Agradeceu ao prefeito pela manutenção da estrada do Camucá após mais de um mês de cobrança. Ressaltou ainda que a política é o compromisso com o povo. Em relação ao nome do professor para o calçadão, ele está de acordo e achou muito justo. Pediu desculpas pelo atraso na sessão de hoje e desculpas ao vereador Bidú por não ter conseguido participar da feira da comunidade de Mata Velha. Pediu ainda para que o presidente faça um ofício para o juiz já que será feito sessão da câmara na comunidade de Mata Velha. Pediu também para o prefeito reforme o Ginásio de Esportes municipal. Já em relação a saúde do município, tem pessoas precisando da saúde, mas que a prefeitura não está nem colaborando com o Hospital Regional de Belém para que ararunenses possam fazer cirurgia no mesmo hospital. Falou ainda que o compromisso dele é com todos os ararunenses. Parabenizou aos vereadores que estão cumprindo com o compromisso de ajudar o povo e disse estar indignado com aqueles que estão agindo com picuinhas política.

 

A vereadora Maria de Lourdes saudou a todos. Iniciou dizendo que em relação à mesa, ela interpreta, em sua visão, que gostaria de ver que todos que estão na mesa deveriam estar por meio de uma eleição. Lembrou que há mais 50 anos dedica sua vida ao povo de Araruna e que quando se retirou da sessão, não foi porque estava contra o povo ararunense, mas que estava com uma dúvida e que no momento achou melhor se retirar. Falou que no dia de hoje foi na feirinha de Mata Velha e lamentou o falecimento do Sr. Francisco (Chico Pé de Quenga). Já em relação à Resolução 14 que passa as atribuições do primeiro e segundo secretário para a secretária da Casa Legislativa, é o mesmo que tirar as prerrogativas de uma pessoa e entregar a outra, ela acha errado. Afirmou ainda que gostaria que as picuinhas fossem levadas ao fim porque esse tipo de coisa não leva a nada. Finalizou desejando um boa tarde a todos. Solicitou ainda para que fosse feito um certificado em homenagem à Banda de Música 12 de Agosto.

 

O vereador Antônio Olinto iniciou saudando a todos. Falou sobre o alerta que o TCE emitiu um alerta em relação à saúde de Araruna, mas que na verdade isso não é tão grave assim; lembrando inclusive que o problema de saúde é a nível nacional. Em relação aos equipamentos, o vereador afirmou que alguns equipamentos que estavam na lista, não fazem parte de um bom funcionamento do PSF. Lembrou ainda que apenas 6% dos consultórios médicos de Minas Gerais têm microcomputador, então o porquê de Araruna ser obrigada a colocar microcomputador nos PSF’s. Deixou também um alerta ao povo ararunense para que observasse, pois muitas coisas não são verdade. Falou também que o prédio onde era o antigo Sendac, será agora uma casa de acolhimento solidário. Em relação ao atendimento do P.A, ressaltou que lá é um pronto atendimento e que chegando lá, um paciente ou é mandado para casa, ou é transferido para casa. Sobre os requerimentos, em relação ao ônibus, enquanto o prazo não expirar, está tudo dentro do normal. Disse ainda que no postinho do INAMPS é impossível ficar há mais 11 meses sem médico. Finalizou agradecendo a todos.

 

O vereador Adailson Bernardo voltou à Tribuna e disse ao vereador Antônio Olinto que o que ele pede é uma verificação dos PSF’s por parte dos Conselhos Regionais de Medicina, de Enfermagem e do Corpo de Bombeiros já que o auditor do TCE não tem conhecimento técnico para tal e o requerimento o qual ele fez é para averiguar a situação dos postos de saúde de Araruna. Lembrou ainda que quando se posiciona é porque recebe denúncias e que não é de “ouvi dizer”.

 

O vereador Francisco Railton voltou à tribuna e falou que é favorável a todas as proposituras colocadas na casa. Entrou ainda na discussão sobre os transportes porque ele sempre passa por isso e que a prefeitura tem obrigação de colaborar com carro e com a saúde do povo de Araruna. Lembrou ainda que o prefeito é empregado do povo e que ele administra o dinheiro público e que quem deve ser respeitado é o povo, os quais devem ter seus direitos garantidos. Pediu para que o povo analise quem são as pessoas já que está chegando a política. No que diz respeito ao Matadouro, que o prefeito coloque as pessoas de lá em local seguro. Finalizou desejando um boa tarde a todos.

 

Ao final da sessão, todos os projetos, requerimentos e pareceres foram aprovados.

 

A sessão contou com a presença dos Vereadores: Adailson Bernardo, Francisco Edinaldo Pontes Martins, Caio Ludgério, Antônio Bernardo de Sousa, Carlos Antônio de Souza Teixeira, Luís Martiniano (retirou-se da sessão), Maria de Lourdes Solano de Macêdo, Antônio Olinto da Costa e Francisco Railton Neves Pontes.

 

Texto: Nayara Soares

Fotos: Divaldo Lima