Brasil
Ouvidor do Incra é exonerado e ministra explica: 'Ligado ao PT'

Publicado em 21/01/2019 11:21

Reprodução

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, afirmou ao blog nesta segunda-feira (21) que Jorge Tadeu Jatobá Correia, ouvidor agrário nacional exonerado do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) "é ligado ao PT [Partido dos Trabalhadores]", mas é "correto e isento". O Incra é responsável por executar a reforma agrária e o ordenamento fundiário nacional.

A exoneração de Correia foi publicada nesta segunda-feira (21) no "Diário Oficial da União". Uma das principais missões da ouvidoria nacional é prevenir e mediar conflitos agrários. A ouvidoria também tem a missão de articular, nas várias esferas de governo, a garantia dos direitos humanos e sociais de envolvidos em conflitos agrários. Também é a ouvidoria que recebe e encaminha as denúncias de violência no campo e irregularidades no processo de reforma agrária.

“Ele é ligado ao PT, foi indicado ainda no governo deles. Depois ficou no governo Temer", disse a ministra. "Mas é correto e isento", declarou.

A ministra disse, ainda, que o secretário especial de Assuntos Fundiários da pasta, Luiz Antônio Nabhan Garcia, está trocando funcionários "por gente mais alinhada ao governo Bolsonaro".

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Tereza Cristina afirmou, ainda, que Francisco José Nascimento, presidente do Incra em exercício, está "ajudando desde a transição", mas será substituído. A ministra não disse quando isso vai ocorrer e nem quem deverá substituir Nascimento na presidência do instituto.