Carros e motos
Como fazer para carregar a bateria de seu carro híbrido
Pontos para alimentar a bateria de motores elétricos são cada vez mais comuns, assim como carregadores que podem ser instalados em casa

Publicado em 21/12/2018 10:02

Reprodução

São muitas as vantagens de optar por um carro híbrido, desde redução de danos ao meio ambiente ao silêncio do motor elétrico, além da possibilidade de usar o motor de combustão quando é necessário mais potência. Há, porém, quem tenha algum receio de migrar para esse tipo de modelo por uma questão de praticidade. Só que carregar a bateria desse tipo de carro tem se tornado cada vez mais fácil.

Pontos de carregamento têm se popularizado, incluindo novos condomínios residenciais que já contam com locais onde se pode “abastecer” o motor elétrico nas garagens. Aos poucos, corredores elétricos são testados em rodovias para permitir viagens de longa distância. A montadora sueca Volvo, por exemplo, instalará 250 carregadores pelo país. E há, dependendo do carro, a possibilidade de alimentar a bateria no conforto de casa.

São os chamados “plug-in hybrid” (híbridos com plug-in). É o caso do Volvo XC60 T8, modelo que inclui uma tomada para ser carregado com praticidade. O motorista pode instalar em casa um ponto de carregamento e conectá-lo ao carro para que o motor elétrico seja alimentado em um período que varia entre três e sete horas, dependendo da amperagem da corrente.

Há outras funcionalidades que facilitam a tarefa de carregar o Volvo XC60 T8. A posição B na alavanca de câmbio, por exemplo, ajuda na frenagem através do motor elétrico, o que regenera energia para a bateria. Quando o condutor está longe de pontos de carregamento, como em uma viagem de longa distância, pode programar o carro para economizar a bateria e funcionar apenas com o motor de combustão. Basta chegar ao perímetro urbano, com mais opções para carregar a bateria, para reativar o motor elétrico.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Os modos de direção são outra vantagem que auxiliam a controlar o nível da bateria, alternando a utilização do motor elétrico e o de combustão. Há seis diferentes opções, desde o Pure, em que o carro funciona apenas com o motor elétrico, ao Power, em que os dois motores trabalham em conjunto com foco na performance.

 

Postos de gasolina em cada esquina podem até induzir os motoristas a pensar que carros tradicionais são mais fáceis de se abastecer, mas o que pode ser mais prático do que encher o carro de “combustível” enquanto ele está estacionado em sua própria garagem? Com as diversas funcionalidades que tornam o carregamento da bateria mais fácil, híbridos como o Volvo XC60 T8 desafiam o mito de que motores elétricos são pouco funcionais.