Carros e motos
GM terá 11 lançamentos no Brasil em 2019 e aposta nos elétricos

Publicado em 05/12/2018 21:34

Reprodução

A GM segue confiante em dias melhores no mercado de automóveis no Brasil, onde está há 39 meses seguidos na liderança de vendas. Em 2019, a marca terá 11 novidades no País, entre as quais a versão Midnight do utilitário esportivo Equinox, trazido do México. Trata-se do terceiro modelo da marca que será lançado com uma série de detalhes escurecidos depois da picape S10 e do SUV compacto Tracker.

Assim como nos outros dois modelos Midnight da GM, o Equiniox também deverá ter o logo da gravata da Chevrolet pintado de preto, bem como as rodas e ouros itens. No conjunto mecânico continuará o 2.0 turbo, vindo do Camaro vendido nos Estados Unidos, capaz de render 262 cv, potência para acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 7,6 segundos.

E por falar em Camaro, a GM vai lançar a versão renovada para entrar com  mais força na briga com o Ford Mustang. O esportivo estreia retoques na dianteira e atualizações no interior, que chega com mais tecnologia e equipamentos. Além disso, após acertos na mecânica, agora pode vir com novo câmbio automático de 10 marchas (o mesmo do rival Mustang), que chega para substituir a caixa anterior de 8. O motor é o mesmo V8, de 462 cv.

 
Chevrolet Camaro será vendido no Brasil nas versões cupê e conversível como parte das novidades da GM
Caue Lira/iG
Chevrolet Camaro será vendido no Brasil nas versões cupê e conversível como parte das novidades da GM

 No exterior, a novidade fica no desenho da grade frontal e na assinatura em LED dos faróis. O aspecto agora se torna mais agressivo e pode variar de acordo com a versão e as escolhas dos opcionais, com detalhes cromados para o modelo conversível, ou pretos na versão SS.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Mesmo depois do anúncio de que o Cruze deixará de ser vendido nos Estados Unidos em 2019, a marca confirma que vai lançar o modelo médio no Brasil com uma série de novidades no ano que vem. Uma delas fica por conta do acesso à internet 4G. Será o primeiro modelo da marca a poder contar com esse equipamento.

Chevrolet Cruze terá acesso à internet via 4G e partida por controle remoto, o que aciona o ar-condicionado
Divulgação
Chevrolet Cruze terá acesso à internet via 4G e partida por controle remoto, o que aciona o ar-condicionado

 

Além disso, o Cruze receberá retoques no desenho, nos mesmos moldes adotados no mercado americano em abril último. O Chevrolet Cruze ganhou apelo esportivo, com grade frontal mais ampla, seguindo o estilo do sedã Malibu.

Pela imagem acima é possível notar que as entradas de ar dianteiras ficaram bem mais amplas, o que exigiu alterações no desenho do para-choque. Mas essa foi a principal mudança estética, além dos novos jogos de rodas de aro 17 ou 18.

Aproveitando os retoques no desenho, a GM também adotou um novo sistema multimídia, com tela de 7 polegadas e melhorias tanto no ar-condicionado quanto no Stop& Start.

GM aposta nos elétricos, inclusive, no Brasil

As baterias de íon-lítio gera energia elétrica o suficiente para que o Bolt tenha autonomia de 383 km, conforme a GM
Divulgação/General Motors
As baterias de íon-lítio gera energia elétrica o suficiente para que o Bolt tenha autonomia de 383 km, conforme a GM

 E o elétrico Bolt também estará entre as principais novidades da GM no Brasl em 2019. O carro já teve o preço anunciado no Salão do Automóvel, no São Paulo Expo, entre os dias 8 e 18 de novembro. Sairá por R$ 175 mil, em versão única. Por enquanto, será importado, mas existem chances do modelo vir a ser fabricado no Brasil em algum momento.

Conforme a fabricante, o Bolt pode rodar, em média 383 quilômetros até precisar de recarga. Mas isso pode aumentar bastante conforme o modo de direção selecionado, o trajeto, a temperatura ambiente entre uma série de coisas.

De qualquer forma, o Bolt pode ser recarregado de três maneiras diferentes. A primeira, em tomada de 120 volts como as usadas em residências, que carregam o equivalente a 6,4 km de autonomia a cada hora, completando totalmente a carga entre 50 e 60 horas.

Portanto, se você chegar em casa depois do trabalho, colocar o Bolt para carregar e só sair com o veículo na manhã seguinte, terá carga suficiente para rodar o dia todo. Há também a opção do carregador especial que funciona com 240 volts, que precisa de apenas 9,5 horas para recarga completa. Por fim, locais públicos possuem um carregador especial que reduz o tempo para três horas, segundo a GM.

GM preferiu não dar mais detalhes sobre todas as 11 novidades que terá em 2019, mas sabe-se que, entre elas, deverá estar a nova geração do Prisma, que já foi revelada na China e tem grandes chances de chegar ao Brasil entre o fim de 2019 e o início de 2020.  O carro será feito sobre uma nova base feita em parceria com a SAIC, braço da marca americana no mercado chinês.  Com a nova plataforma a fabricante terá uma nova família de modelos compactos. 

Fonte: Carros - iG @ https://carros.ig.com.br/2018-11-29/gm-do-brasil.html