Direito e justiça
Vital do Rêgo Filho é alvo de investigação do STF

Publicado em 05/11/2019 11:05

Reprodução

Várias equipes da Polícia Federal (PF) cumprem desde as primeiras horas desta terça-feira (5) mandados judiciais de busca e apreensão e medidas de sequestro de bens por determinação do Supremo Tribunal Federal, em relação à investigação em curso na Corte. Segundo noticiou o site da revista Veja, o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Vital do Rêgo Filho, foi um dos alvos. Além do paraibano, ainda conforme a Veja, estiveram na mira da ação os senadores Renan Calheiros (MDB-AL) e Eduardo Braga (MDB-AM).

Leia também:

Em nota enviada ao correspondente do Sistema Correio em Brasília, Edinho Magalhães, a defesa de Vital do Rêgo Filho negou que o ministro do TCU tenha sido alvo de mandados de busca e apreensão. Conforme o texto, o que aconteceu foi “solicitação para depoimento, o que não configura nenhuma medida extravagante”. A nota diz ainda que Vital é “o maior interessado” em esclarecer os fatos e colaborar com a justiça.

“A respeito de notícia que veicula suposta ‘operação’ tendo como um dos ‘alvos’ o ministro do TCU, a defesa esclarece que não houve, como se chegou a mencionar, mandados de busca ou apreensão. Houve, isto sim, uma solicitação para depoimento, o que não configura nenhuma medida extravagante ou derivada do que alguns setores costumam chamar de ‘operação’, apenas para impressionar a opinião pública. O ministro é o maior interessado em esclarecer os fatos e, portanto, atenderá a solicitação do depoimento, colaborando com a justiça, como sempre tem feito”, diz a íntegra do texto.

A Polícia Federal informou que as ações desta terça atendem às determinações do ministro Edson Fachin, que assina as ordens judiciais, e que não divulgará detalhes das medidas.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Vital do Rêgo Filho
Veja apurou que paraibano é alvo do STF (Foto: Reprodução)