Economia
Festas juninas aquecem pequenos negócios no estado

Publicado em 09/06/2019 10:01

Reprodução

O mês de junho mal chegou e, junto com a canjica, a pamonha e as demais comidas típicas juninas, também começa um período de grandes oportunidades para os pequenos negócios, especialmente os dos setores de hotelaria, alimentação e bebidas. Na Paraíba, com apoio do Sebrae, foram criados rotas e circuitos, além da realização de capacitações voltadas aos setores que mais são buscados durante as festividades.

Uma das regiões que está garantindo destaque no período junino é o Brejo paraibano. De acordo com a gerente regional do Sebrae em Guarabira, Jacy Viana, o reconhecimento do local perpassa pela organização e planejamento dos festejos de São João, de modo que cada município possa se beneficiar economicamente do período, além de se tornarem destinos conhecidos para o turismo em outras épocas do ano. Ainda, o clima mais ameno, em comparação com outras cidades paraibanas, torna-se um grande atrativo no período.

“Atualmente, existem dois projetos entre os municípios da região que vêm ganhando força e notoriedade: o Circuito Junino, composto pelos municípios de Serraria, Bananeiras, Solânea, Borborema, Caiçara e Belém, e o Arraiá do Interior, que compreende os municípios de Serra da Raiz, Duas Estradas, Lagoa de Dentro, Pedro Régis e Jacaraú. São projetos que visam unir esforços para aumentar o fluxo turístico nessas cidades, que têm como principal objetivo aquecer a economia dos municípios e gerar mais lucros para os pequenos empreendedores”, explicou Jacy Viana.

Durante o período de festividades dedicadas a Santo Antônio, São João e São Pedro, os pequenos negócios conseguem se destacar por causa da gastronomia peculiar, artesanato, arte, decoração de ambientes com matéria-prima local, além de atrativos locais. Os municípios são parceiros, seja na rota Caminhos do Frio, Raízes do Brejo ou ações pontuais.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

“O Sebrae é parceiro de praticamente todos esses municípios em algum projeto. E, através de palestras, workshops e minicursos, desde o início do ano, vem preparando esses empreendedores para esse período que é tão fértil e rico em oportunidades. Nesse período, há demandas por capacitação em atendimento, vendas e0 manipulação de alimentos”, frisou.

Outro atrativo do São João paraibano é o apelo aos ritmos tradicionais, tais como forró e coco. No município de Santa Luzia, por exemplo, será realizado o Encontro de Cocos de Roda, no dia 22 deste mês. De acordo com a gestora de turismo e economia criativa do Sebrae Paraíba, Regina Amorim, pelo menos quatro grupos tradicionais de coco de roda deverão se apresentar no evento.

“O coco de roda é uma brincadeira secular, que representa ainda a resistência da cultura tradicional, a identidade do povo com a pisada do coco e a música popular, que todo mundo canta. Brincar o coco de roda é vivenciar uma experiência maravilhosa, que faz parte da memória cultural viva dos nordestinos. E viva o São João de Santa Luzia, que traz na sua essência as características e a valorização de sua gente”, afirmou.