Economia
Fim das operações da Avianca na Paraíba se torna realidade

Publicado em 26/04/2019 11:40

Reprodução

Uma preocupação do deputado estadual, Eduardo Carneiro (PRTB), se tornou realidade ao constatar que ontem (25), a companhia aérea Avianca Brasil encerrou suas operações no Aeroporto Castro Pinto, na Região Metropolitana de João Pessoa. A empresa divulgou ontem uma nova lista com mais de 400 voos cancelados, dos quais, 12 partindo ou chegando na grande João Pessoa.

 

 

Sendo assim a partir da próxima segunda-feira (29), a companhia estará atuando em apenas quatro aeroportos brasileiros - Congonhas, Santos Dumont, Brasília e Salvador. Esta semana, a empresa começou a devolver 18 aeronaves para empresas que fazem empréstimos de aviões e passará a operar com sete. A Infraero informou que a Avianca passou a operar na modalidade de pagamento antecipado para todos os voos. A decisão foi anunciada na terça e começou a valer na quarta.

 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

No último dia (4), Eduardo Carneiro foi recebido pelo ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, e o Secretário Nacional de Estruturação do Turismo, Robson Borchio, para tratar da manutenção do voo entre João Pessoa e Rio de Janeiro, que até então era feito pela empresa Avianca. O vereador Thiago Lucena também participou da reunião.

 

Quem também demonstrou preocupação com o cancelamento dos voos, foi a presidente da PBTur, Ruth Avelino. “A Avianca é a companhia que faz menos voos no Estado. Porém, quando ela cancela todos os voos em vários dias, é preocupante para o nosso trabalho de divulgação das atrações turísticas do Estado”, disse.