Educação e cursos
Uso consciente: UFPB reduz uso de folha de papel já há três anos

Publicado em 10/05/2019 11:26

Reprodução

A Universidade Federal da Paraíba (UFPB) economizou mais de 350 mil folhas de papel no ano passado. No acumulado dos últimos três anos, quase 850 mil deixaram de ser descartadas no meio ambiente. Esses são os resultados da Campanha Papel Zero, que busca, desde 2016, rapidez e eficiência nos processos administrativos e preservação do meio ambiente.

 

O pró-reitor de Administração Aluísio Souto conta que, ao se adequar às novas políticas de conscientização ambiental e econômica, que visam abandonar o uso do papel para fins administrativos, os procedimentos, desde então, passaram a ser realizados de forma digital. Essas mudanças, segundo ele, já causam resultados positivos para o cotidiano da universidade, como, por exemplo, agilidade no trabalho administrativo na instituição.

De acordo com o gestor, no primeiro ano da iniciativa, logo após a publicação do Decreto 8.539 da Presidência da República, que dispõe sobre o uso do meio eletrônico para a realização do processo administrativo no âmbito dos órgãos e das entidades da administração pública federal, a universidade conseguiu economizar mais de 180 mil folhas. Em 2017, foram mais de 300 mil. No ano passado, mais de 360 mil.

“Há evidente evolução na campanha. Com a substituição dos procedimentos manuais para o digital, é gerado um aumento na segurança dos processos, na transparência e uma maior promoção da economia na instituição. Com relação ao meio ambiente, estamos amenizando impacto ambiental por causa da substituição pelo digital”, avalia Souto.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A Pró-reitoria de Administração (PRA), a Pró-reitoria de Gestão de Pessoas (Progep), a Superintendência de Tecnologia da Informação (STI) e o Arquivo Geral são alguns dos setores da UFPB que estão envolvidos diretamente na campanha e no processo preparatório para a administração sem papel.