Esporte
Botafogo-PB vence Náutico e Campinense cai no Sertão; veja resultados
Dos 10 times da primeira divisão, apenas a equipe do Sousa não entrou em campo.

Publicado em 10/02/2020 18:39

Reprodução

A Copa do Nordeste e o Campeonato Paraibano movimentaram o futebol no estado no último fim de semana. No sábado (8), o Botafogo-PB venceu o Náutico por 2 a 1 pelo Nordestão. No mesmo dia, pelo Paraibano, a Perilima bateu o São Paulo Crystal por 1 a 0 em Campina Grande.

No domingo (9), ocorreram três jogos pelo campeonato estadual: em Cajazeiras, o Atlético-PB venceu o Campinense por 1 a 0 em confronto equilibrado; no primeiro jogo do PV em 2020, o Treze bateu o Nacional de Patos por 2 a 0, e no Amigão saiu a primeira vitória do Sport-PB, contra o CSP, por 1 a 0.  Veja os resultados detalhados de cada partida abaixo.

Leia também:

Botafogo-PB 2 x 1 Náutico

As duas equipes se enfrentaram às 16h na cidade de João Pessoa e valia a manutenção da liderança por parte do Náutico. O Belo buscava a primeira vitória no torneio regional. Além do fator da competição, dentro de campo tinha um ingrediente a mais: a estreia do lateral-direito Léo Moura.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

1000 x 100

Os primeiros minutos tiveram intensidades distintas. O Náutico se impôs e atacou a equipe paraibana e quase chegou ao primeiro gol. Após os cinco primeiros minutos, o jogo ficou equilibrado e sendo marcado pelos erros de passes de ambas equipes e o travamento no meio-campo.

Resultados
Primeiro gol saiu aos 20 minutos da primeira etapa (Foto: Josemar Gonçalves/ Botafogo-PB/ Instagram)

Numa jogada isolada após erro do time pernambucano, o Botafogo-PB conseguiu partir para cima do Náutico e o atacante Pimentinha bateu com categoria, para grande defesa do goleiro Jefferson. Após cobrança de escanteio, o zagueiro Luís Gustavo subiu mais alto que todo mundo e cabeceou a bola para o gol, que ainda triscou a trave e parou no fundo do gol. O goleiro Jefferson ficou parado, sem chances de defesa, apenas observando o primeiro gol do jogo. 1 a 0 Belo.

No primeiro tempo foi marcado por contra-ataques, um Náutico irreconhecível e o Botafogo se aproveitando das falhas pernambucanas e dominando o jogo.

Na segunda etapa as equipes resolveram se impor, em todos os aspectos. Logo aos seis minutos da segunda parte, o atacante Lohan foi derrubado por Ronaldo Alves dentro da grande área. O árbitro imediatamente marcou o pênalti para a equipe paraibana. Rodrigo Andrade bateu, deslocando o goleiro e marcando o segundo gol do Belo.

Mas um minuto depois o jogo mudaria. Em ataque rápido montado pela equipe do Náutico e apagão da defesa do Botafogo, Jean Carlos arriscou um chute rasante do meio-campo e marcou. Diminuía o Timbu, 2 a 1. Após o gol dos pernambucanos, o tempo fechou, o zagueiro Diego Silva foi expulso e o Náutico ficava com um jogador a menos. O jogo caiu de rendimento, com o árbitro distribuindo uma série de cartões amarelos no decorrer do segundo tempo.

Nas arquibancadas, o frisson mudava de euforia pelos gols a cobranças pelo que a equipe paraibana mostrava em campo. Os mais visados pela torcida do Belo eram o atacante Lohan, que pouco tocou na bola durante o jogo, e o goleiro Samuel, que não transparecia confiança em campo.

Quando o jogo parecia dominado pela equipe da casa, o Náutico já tinha seu segundo jogador expulso, Bryan pelo segundo amarelo. O que parecia tranquilo se tornou uma pressão proporcionada pelos pernambucanos. No último lance da partida, um cruzamento para a área do Botafogo-PB teve o goleiro Samuel derrubado por Rafael Dumas. A jogada seguiu e Salatiel mandou a bola para o gol, era a euforia do Timbu, mas a assistente marcou impedimento por falta justamente no goleiro do Belo.

Com um misto de angústia e alívio, o jogo na Almeidão se encerrou com vitória dos paraibanos por 2 a 1. O Belo sobe para a terceira colocação do grupo A, enquanto o Náutico perde a liderança e fica na terceira posição do grupo B.

Estreia de Léo Moura

Resultados
Léo Moura estreiou com a camisa do Botafogo-PB (Foto: Josemar Gonçalves/ Botafogo-PB/ Instagram)

Estreante da tarde, o lateral-direito Léo Moura fez o simples. Ainda se adaptando ao futebol paraibano e ao elenco do Belo, Léo conseguiu, uma vez ou outra, fazer passes que deixaram os jogadores do Botafogo-PB em situações ofensivas e teve um jogo positivo

Próximos confrontos

Nesta quarta-feira (12), o Botafogo-PB enfrenta o Atlético de Alagoinhas-BA, pela Copa do Brasil. O Náutico joga nesta segunda-feira (10), diante do Afogados da Ingazeira, pelo Campeonato Pernambucano.

Perilima 1 x 0 São Paulo Crystal

Precisando vencer, Perilima e São Paulo Crystal fizeram um jogo aberto na tarde de sábado (8), em Campina Grande. As duas equipes criaram oportunidades ofensivas durante toda a partida, porém, faltou capricho no último passe para conclusão de gol.

Após várias chances desperdiçadas pelas duas equipes, Igor Balotelli aproveitou um passe em profundidade e mandou para o fundo das redes. 1 a 0 Perilima. Na volta do intervalo, a equipe do São Paulo Crystal voltou mais ligada e até ensaiou uma reação, pressionando a equipe da casa durante grande parte da segunda etapa. 

Próximos Jogos

Com este resultado, a equipe da Perilima se mantém na quarta colocação do grupo A e se iguala ao Botafogo com seis pontos conquistados dentro da competição. Vale salientar que o Botafogo tem dois jogos a menos.

O próximo duelo da Perilima será contra o Nacional, no dia 17, no Estádio José Cavalcanti, às 20h15. Já a equipe do São Paulo Crystal, se mantém na lanterna do grupo B, com apenas um ponto conquistado e receberá o Sport Lagoa Seca, no Estádio Carneirão, no dia 16, às 16h.

Atlético-PB 1 x 0 Campinense

Ambos, até então invictos, tiveram a tônica do jogo baseada no equilíbrio. Na primeira etapa, as duas equipes se estudaram bastante, com as marcações bem postadas e um meio-campo truncado. Foram poucas as oportunidades de gol. Além do calor na cidade de Cajazeiras ter dificultado o andamento da partida.

Resultados
As equipes fizeram um confronto equilibrado em Cajazeiras (Foto: Kyioshi Abreu/Atlético-PB/ Instagram)

No segundo tempo o Atlético-PB já voltou mais ligado. Logo no primeiro minuto Filipinho teve chance debaixo das traves, mas pegou mal na bola e mandou por cima do gol de Adilson Júnior. O Time de Cajazeiras continuou na pressão, quando, aos 15 minutos, Paulinho, que entrou ainda no primeiro tempo, aproveitou um cruzamento de Éder Paulista pela direita, se colocou entre os zagueiros e bateu de primeira para abrir o placar no Perpetão. 1 a 0 Trovão Azul.

Após o gol, as equipes continuaram na mesma intensidade da primeira etapa, um jogo baseado no equilíbrio. Com a vitória, o Atlético-PB continua invicto e na liderança do grupo A com 10 pontos, 1 a mais que o Treze. Lembrando que o Botafogo-PB tem dois jogos a menos. Já a Raposa, mesmo com a derrota, continua liderando o grupo B, com seis pontos conquistados.

Próximos confrontos

Tanto Atlético-PB quanto o Campinense jogam no próximo domingo (16). O Trovão Azul recebe o Sousa, novamente no Perpetão, às 17h. Enquanto isso, a Raposa tem pela frente o Clássico dos Maiorais contra o Treze, às 16h, no Amigão.

Treze 2 x 0 Nacional de Patos

Treze e Nacional de Patos fizeram um primeiro tempo pouco produtivo no Estádio Presidente Vargas. A equipe alvinegra explorou a bola parada, já a equipe do Nacional, veio com uma proposta de jogo bem clara: esperar o seu adversário no campo de defesa e partir para o contra-ataque.

Resultados
Almir abriu o placar no Presidente Vargas (Foto: Fábio Oliveira/ Treze FC/ Instagram)

Na volta do intervalo, com um minuto de jogo no segundo tempo, o meio-campista Almir invadiu a área, recebeu um bom passe do lateral-esquerdo Gilmar, e, cara a cara com o goleiro Diego, só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes, Treze 1 a 0.

A equipe sertaneja tentava contra-atacar, conseguia trocar passes do meio para o ataque, porém não finalizava com precisão e pouco incomodava o goleiro Jefferson. Enquanto isso, o Treze assumia o domínio da partida, até que aos 30 minutos do segundo tempo, o atacante Rafael Oliveira decidiu arriscar da entrada da grande área, o goleiro Diego rebateu e o lateral Gilmar completou para o fundo das redes, Treze 2 a 0. Com dois gols de vantagem, a equipe alvinegra teve mais tranquilidade para tocar a bola e administrar o placar.

Com o resultado, o Treze assumiu a vice-liderança do grupo A, com nove pontos, já o Nacional se manteve na terceira colocação do grupo B, com três pontos. 

Próximos confrontos

O Treze volta a campo no próximo domingo (16), para encarar o seu maior rival, o Campinense, no Clássico dos Maiorais, às 16h, no Estádio Amigão. Já a equipe do Nacional receberá a Perilima na próxima segunda-feira (17), às 20h15, no Estádio José Cavalcanti, em Patos.

Sport-PB 1 x 0 CSP

Em jogo disputado no domingo (9), no Estádio Amigão, em Campina Grande, a equipe do Sport-PB conquistou os três primeiros pontos no Campeonato Paraibano ao vencer o CSP, por 1 a 0. O gol do Carneiro foi marcado pelo volante Rogério Xodó, de pênalti.

Com este resultado, a equipe de Lagoa Seca segue na lanterna do grupo A, com três pontos, mas ganha fôlego para luta contra o rebaixamento. Já o CSP segue na quarta colocação do grupo B, com os mesmos três pontos.

Próximos jogos

Na última rodada do primeiro turno, a equipe do Sport Lagoa Seca irá enfrentar o São Paulo Crystal, no próximo domingo (16), às 16h, no Estádio Carneirão, em Cruz do Espírito Santo, já a equipe do CSP folgará na rodada e só voltará a campo no próximo dia (22), para enfrentar o Botafogo, no Estádio Almeidão, às 16h.