Esporte
Com a maior artilheira e ex-melhor do mundo, Holanda chega na semi da Copa e empolga o país

Publicado em 03/07/2019 10:03

Reprodução

As holandesas nunca figuravam entre as grandes forças do futebol feminino. A Copa do Mundo da França é apenas a segunda com uma participação da Holanda. Mas a campanha realizada até a semifinal e o trabalho dos últimos anos elevaram o nível e colocaram essa equipe em um outro patamar.

No Mundial de 2015, o seu primeiro, a Holanda chegou apenas nas oitavas de final. Mas, desde então, percorre um caminho que mostra que a presença nesta semifinal não chega a ser uma surpresa. Em 2017, a Holanda venceu a Eurocopa em casa e trouxe um grande interesse do país na futebol feminino.

Os gols de Itália 0 x 2 Holanda pelas quartas da Copa do Mundo de Futebol Feminino 2019

Os gols de Itália 0 x 2 Holanda pelas quartas da Copa do Mundo de Futebol Feminino 2019

Apesar disso, teve um caminho tortuoso na classificação para a Copa, avançando apenas na repescagem europeia. Algo que, ao longo do torneio, parece ter sido colocado no passado.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Nesta quarta-feira, a Holanda encara a Suécia pela façanha de chegar até a final – contra os Estados Unidos. O jogo será em Lyon, às 16h (de Brasília). O GloboEsporte.com e o SporTV acompanham o duelo ao vivo.

Que geração é essa?

Sob o comando da técnica Sarina Wiegmann, com trajetória pelo futebol dos Estados Unidos, a Holanda lapidou nos últimos anos uma geração formada por atletas de enorme talento. Jovens que atuam juntos desde as categorias de base, se conhecem e se desenvolveram no mesmo tempo.

O destaque principal fica por conta da atacante Vivianne Miedema, de apenas 22 anos. Ela defende o Arsenal, da Inglaterra. Apesar da pouca idade, a atleta carrega uma marca expressiva e que chama atenção: é a maior artilheira da seleção holandesa de todos os tempos – contando masculina e feminina.

– Comecei na seleção com 15 anos. Jogava para menos de 500 pessoas. Hoje o nível do time cresceu, assim como o nível de interesse. Nosso time melhorou e segue crescendo – disse Miedema, antes da semifinal

Miedema em ação na Copa do Mundo. A jovem é a maior goleadora da Holanda — Foto: REUTERS/Bernadett Szabo

Miedema em ação na Copa do Mundo. A jovem é a maior goleadora da Holanda — Foto: REUTERS/Bernadett Szabo

A melhor do mundo em 2017

Outro destaque fica por conta de Lieke Martens. Aos 26 anos, ela mostrou seu cartão de visitas para o mundo justamente na conquista da Euro de 2017, onde foi a principal jogadora do torneio, sendo decisiva até a decisão.

Naquele mesmo ano, levou nada menos que o prêmio de melhor do mundo da Fifa. Meia-atacante do Barcelona, ela também tem atuado como ponta esquerda e dificultado muito a vida de quem a enfrenta durante a Copa.

A holandesa Lieke Martens foi eleita  a melhor do mundo em 2017 — Foto: REUTERS/Eric Gaillard

A holandesa Lieke Martens foi eleita a melhor do mundo em 2017 — Foto: REUTERS/Eric Gaillard

A lista de jogadoras de alto nível desta geração não para por aí. Também aos 26 anos, Shanice Van de Sanden fecha o trio ofensivo. Ela é a única atleta da Holanda que atua pelo poderoso time do Lyon, hexacampeão europeu. Antes jogou na liga inglesa, pelo Liverpool. É forte fisicamente e costuma prender bem a marcação.

Shanice Van de Sanden da Holanda — Foto: Reuters

Shanice Van de Sanden da Holanda — Foto: Reuters

A seleção da Holanda ganhou destaque nos últimos anos — Foto: REUTERS/Bernadett Szabo

A seleção da Holanda ganhou destaque nos últimos anos — Foto: REUTERS/Bernadett Szabo

O destaque alcançado com a conquista de Euro e ao longo do Mundial, trouxe uma euforia da torcida do país. Desde a primeira fase, uma onda laranja tomou conta dos estádios onde a seleção da Holanda jogou na França. Aumentou a atenção e também as críticas ao time. Algo que a treinadora e suas atletas estão preparadas.

– Tem sido incrível jogar para estádios repletos de torcedores da Holanda durante a Copa. Emociona e nos motiva ver nosso trabalho sendo finalmente reconhecido. E com isso também vem as críticas quando não entregamos o melhor – disse a atacante Miedema.

Holanda tem levado grande número de torcedores aos jogos — Foto: REUTERS/Phil Noble

Holanda tem levado grande número de torcedores aos jogos — Foto: REUTERS/Phil Noble

– Ganhamos mais atenção nos últimos anos e ao longo da Copa do Mundo. As críticas e questionamentos também fazem parte desse processo. Estamos na semifinal da Copa e temos que focar no nosso jogo – reforçou a técnica Sarina Wiegmann

Com a presença na semifinal, a Holanda conseguiu outro feito inédito para a seleção feminina do país. No ano que vem, a equipe estará nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Melhores momentos de Holanda 2 x 1 Japão pela Copa do Mundo de Futebol Feminino

Melhores momentos de Holanda 2 x 1 Japão pela Copa do Mundo de Futebol Feminino