Esporte
UFC 236: Dustin Poirier frustra planos de Max Holloway e conquista título interino dos leves

Publicado em 14/04/2019 10:05

Reprodução

O norte-americano Dustin Poirier travou uma verdadeira batalha contra Max Holloway na luta principal do UFC 236, realizado na madrugada deste domingo (14), em Atlanta (EUA). Mas após 25 minutos de intensa disputa, Poirier levou o duelo na decisão dos juízes (49-46, 49-46, 49,46) e conquistou o cinturão interino dos leves (até 70,3 kg.). O resultado frustra os planos do havaiano, dono do título do peso pena (até 56,7 kg.), de entrar no seleto grupo de campeões em duas divisões do UFC. 

Com a vitória, Dustin emplaca sua quarta vitória consecutiva. Agora, o norte-americano, agora, aguarda uma possível luta contra o campeão linear, Khabib Nurmagomedov. O russo, no entanto, está suspenso das lutas oficiais e só deve retornar ao octógono no fim do ano.

A luta

A luta começou com o Poirier tomando a iniciativa do combate tentando um chute baixo em Holloway. Os dois lutadores entraram em trocação franca causando euforia na torcida. Poirier atingiu Holloway com uma sequência de golpes. Mas parece ter sentido alguns contra-ataques de Dustin. A luta ficou muito equilibrada com os dois atletas se atacando a todo momento. Após a metade do primeiro assalto, Holloway parece ter se recuperado e começou a reagir no combate. A luta se tornou imprevisível, pois os dois lutadores estavam buscando o nocaute o tempo todo.

No segundo assalto, Holloway voltou recuperado do sufoco sofrido anteriormente. Max tentava agredir a cabeça de Dustin com socos, enquanto Poirier tentava jogar no contra-ataque. O ‘Blessed’ começou a provocar Dustin chamando o adversário para a luta. O havaiano finalmente se encontrou no embate.  No último minuto da luta, Max acusou um direto desferido por Dustin e quase foi ao chão. O atleta, no entanto, voltou a provocar Poirier como se não tivesse sentido nada.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Os dois atletas voltaram para o terceiro round com a mesma gana pelo nocaute. Embora o boxe do havaiano fosse mais eficiente, Dustin era responsável por desferir os golpes mais contundentes. Em um determinado momento da luta, Poirier encontro bem a distância e começou a atingir Holloway com uma frequência maior. Max, no entanto, ainda se mostrava um lutador perigoso. Os dois atletas começaram a trocar socos no meio do octógono e a plateia se animou ao fim da etapa. Poirier, no fim do assalto, sentiu os golpes e começou a tentar levar a luta para baixo.

No quarto assalto, Dustin entrou motivado a levar a luta para o chão. O atleta buscou as pernas de Holloway que caiu, mas conseguiu se levantar. Os dois, então, voltaram para a trocação. Max, neste round, começa a se sair melhor sobre seu adversário, que começa a acusar os golpes. Dustin, no entanto, seguiu tentando contra golpear. A luta se mostrou perigosa o tempo todo para os dois lutadores. Qualquer um podia sair nocauteado. No último minuto, Poirier acertou Holloway com uma joelhada no rosto, abrindo um corte na testa do havaiano, que começou a sangrar. No fim, Dustin tentou nova queda sobre o havaiano, mas sem sucesso.

Antes de começar o último round, a torcida aplaudiu os atletas pela apresentação. Os lutadores permaneceram em ritmo agitado, trocando golpes no meio do octógono. O rosto de Holloway ficou tomado pelo sangue que escorria, prejudicando a visão do atleta. No fim do combate, Dustin voltou a tentar derrubar o havaiano, sem sucesso. Os dois, então, finalizaram a luta agarrados no clinch.

Resultados do UFC 236

CARD PRINCIPAL

Peso leve: Dustin Poirier derrotou Max Holloway na decisão unânime dos juízes (49-46, 49-46, 49-46)

Peso médio: Israel Adesanya derrotou Kelvin Gastelum na decisão unânime dos juízes (48-46, 48-46, 48-46)

Peso meio-pesado: Khalil Rountree derrotou Eryk Anders na decisão unânime dos juízes (30-26, 30-26, 30-26)

Peso meio-médio: Dwight Grant derrotou Alan Jouban na decisão dividida dos juízes (29-28, 27-30, 29-28)

Peso meio-pesado: Nikita Krylov finalizou Ovince St-Preux com um mata-leão a 2m30s do R2

CARD PRELIMINAR

Peso leve: Matt Frevola derrotou Jalin Turner na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso mosca: Alexandre Pantoja derrotou Wilson Reis por nocaute técnico a 2m58s do R1

Peso meio-médio: Max Griffin derrotou Zelim Imadaev na decisão majoritária dos juízes (29-27, 28-28, 29-27)

Peso galo: Khalid Taha derrotou Boston Salmon por nocaute a 25s do R1

Peso meio-médio: Belal Muhammad derrotou Curtis Millender na decisão unânime dos juízes (29-27, 29-27, 30-26)

Peso galo: Montel Jackson derrotou Andre Soukhamthath na decisão unânime dos juízes (30-26, 30-27, 29-27)

Peso mosca: Poliana Botelho derrotou Lauren Mueller na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso galo: Brandon Davis finalizou Randy Costa com um mata-leão a 1m12s do R2