Mundo
Parlamento do Reino Unido aprova pedido de adiamento do Brexit e rejeita novo referendo

Publicado em 14/03/2019 23:54

Reprodução

O Parlamento britânico aprovou nesta quinta-feira (14) o pedido de adiamento do Brexit à União Europeia. Na mesma sessão, os parlamentares rejeitaram uma emenda para postergar a saída do Reino Unido do bloco.

Com isso, a primeira-ministra Theresa May pedirá à liderança da União Europeia para que a saída definitiva ocorra em outra data – antes, a previsão era que o Brexit ocorresse em 29 de março.

A premiê, no entanto, deve pedir para que o processo ocorra, no máximo, até 30 de junho. A data é limite para que o Reino Unido não precise participar das eleições para o Parlamento Europeu.

"Qualquer extensão além de 30 de junho de 2019 exigiria que o Reino Unido participe das eleições para o Parlamento Europeu em maio de 2019", afirma o texto da moção apresentada por May.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A Eurocâmara deve tomar posse no dia 2 de julho. Os deputados europeus serão escolhidos em pleito previsto para ocorrer entre 23 e 26 de maio.

Outras emendas

ntegrantes do Parlamento votaram nesta quinta-feira uma série de emendas para decidir a saída do Reino Unido da União Europeia vai ou não ser adiada. Um dia antes, os parlamentares decidiram que o Brexit só poderá ocorrer caso haja acordo com o bloco.

Os parlamentares ainda rejeitaram uma proposta de transferir ao Parlamento a responsabilidade das decisões sobre o Brexit – uma vitória para a primeira-ministra, que continua, portanto, à frente do processo de saída da União Europei