Mundo
Protesto contra Evo Morales incendia Tribunal Eleitoral na Bolívia

Publicado em 12/12/2018 11:44

Reprodução

Uma multidão contrária à candidatura do presidente boliviano Evo Morales a um quarto mandato incendiou nesta terça-feira (11) a sede do Tribunal Eleitoral de Santa Cruz, informaram as autoridades.

O grupo, formado essencialmente por estudantes da Universidade Estatal de Santa Cruz, utilizou coquetéis molotov para esta "jornada de violência planejada para tentar destruir o que representa a democracia na Bolívia", disse o vice-ministro do Interior, José Luis Quiroga.

Os manifestantes também destruíram um escritório da empresa estatal de telecomunicações e uma repartição do Serviço de Registro Civil, que funcionam próximo do Tribunal Eleitoral.

O ataque coincide com o fim do prazo, nesta terça, para a impugnação dos candidatos às eleições de 2019 pela Justiça Eleitoral.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Morales perdeu um referendo em fevereiro de 2016 sobre sua reeleição, mas no final de 2017 conseguiu que o Tribunal Constitucional autorizasse sua candidatura para o período 2020-2025, argumentando que se candidatar é seu direito humano.