Política
Maranhão diz que foi vítima de um 'rolo-compressor' nas eleições da Paraíba

Publicado em 09/10/2018 00:26

Reprodução

O senador José Maranhão, candidato a governador derrotado nas eleições desse domingo (07), pronunciou-se através de nota nesta segunda-feira (08), agradecendo aos paraibanos que o acompanharam na sua caminhada e afirmando que enfrentou um "rolo-compressor", uma luta desigual e instrumentos "nada republicanos", referindo-se às máquinas estadual e municipal que enfrentou nessas eleições.

Mas mesmo assim ele afirma que cumpriu o seu papel, oferecendo sua experiência e história como alternativas num momento em que a política é rediscutida em nível nacional.

"A luta continua no Senado Federal, pelos próximos 4 anos. Estarei firme defendendo os interesses da Paraíba e dos paraibanos", afirmou o emedebista. 

Maranhão ficou em terceiro lugar na corrida ao Governo do Estado, com 335.604 votos, 17,44%. 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Veja nota:   

Paraibanos,

A política é a arte do possível, é uma atividade de risco, faz parte do jogo ganhar ou perder.

Apesar da luta desigual, enfrentando instrumentos nada republicanos, cumprimos o nosso papel oferecendo nossa experiência e história como alternativas num momento em que a política é rediscutida em nível nacional.

Quero agradecer aos paraibanos que me acompanharam nesta caminhada.

Obrigado aos meus correligionários, prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, suplentes, líderes comunitários, categorias, amigos, familiares, enfim, a você que esteve junto comigo nessa grande jornada, e que resistiram bravamente ao rolo-compressor que se viu na Paraíba nessa últimas horas.

A luta continua no Senado Federal, pelos próximos 4 anos. Estarei firme defendendo os interesses da Paraíba e dos paraibanos.

Um abraço fraterno, e que Deus nos abençoe!

Zé Maranhão – O Senador da Paraíba


Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Araruna1 | O portal de notícias de Araruna e Região não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrarem.