Política
Vené defende unificação de eleições e quer oposições unidas em 2020

Publicado em 10/06/2019 23:29

Reprodução

Líder do bloco "Senado Independente" o senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB) defendeu a proposta de unificação das eleições em 2022.

 

Entretanto, ele observou que o Congresso Nacional, desperdiçou  a oortunidade de fazer uma reforma política em 2015 e citou que atualmente, diante do curto prazo, acha pouco provável que a proposta de unificação das eleições vigore.

– Sou defensor dessa universalização. Nós tivemos uma oportunidade ímpar em 2015 de fazer uma reforma política. Nada justifica você ter um calendário como o que nós temos, mas não houve comprometimento e o Congresso perdeu uma chance de ouro. Agora, a menos de quatro meses, é pouco provável, para não dizer sepultadas as expectativas – disse.

Em relações as eleições 2020, Veneziano  defendeu que as oposições marchem unidas nas eleições municipais de 2020 em Campina Grande.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Ele disse que não se pode repetir o erro de dividir as oposições, o que, segundo ele, trouxe um resultado desastroso, se referindo às eleições municipais de 2016.

Veneziano declarou que reuniões já estão sendo feitas com integrantes da oposição e citou que todos precisam se unir em torno de um único nome para que a vitória seja garantida.

O senador destacou que o governador João Azevêdo (PSB) possui a consciência de que “é importante que nós formatemos esse grupo político buscando essas vitórias”.

– Estamos a fazer reuniões para que nós não repitamos um erro clamoroso, o desastre que foi o de dividir as oposições, facilitando o resultado final. Tanto aqueles que já foram citados como possíveis candidatos, todos temos o entendimento de que não há uma possibilidade de uma disputa competitiva para vencer se não formos reunidos em torno de um nome – disse.