Relacionamento e sexo
6 tópicos para uma conversa sobre sexo que um casal deve ter

Publicado em 07/05/2019 23:38

Reprodução

Não é preciso falar que qualquer mulher adora transar com o seu parceiro, mas ainda existem alguns tópicos que poucas mulheres são claras a respeito, por terem vergonha de se abrir e ter uma conversa sobre sexo com o seu parceiro. As informações são do site Irresistível.

Ter uma conversa sobre sexo com franqueza e sinceridade faz com que o casal tenha dez vezes mais chances de ter um relacionamento feliz do que os que aqueles que ignoram o assunto.

A comunicação entre o casal faz toda a diferença, dando mais força e longevidade ao relacionamento, e falar sobre a intimidade sexual está no topo da lista do que deve ser conversado.

Veja agora as 6 questões que devem ser abordadas numa conversa sobre sexo para que possa fazer com que as coisas fiquem mais interessantes entre vocês.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

1. Limites

Ao menos que você queira acabar em uma situação no estilo de “o que você está fazendo?”, é muito importante vocês discutirem os limites de cada um.

Da mesma maneira que é fantástico e vocês mais do que devem experimentar coisas novas juntos na hora do sexo, é importante vocês conversarem sobre isso para que a nova experiência não se torne um grande fracasso.

Deixe claro se você está disposta e se sente confortável com o que ele quer fazer antes dele tentar e você acabar não gostando, criando assim uma situaçao horrível na hora H.

Tendo uma conversa sobre sexo, ambos conseguirão falar sobre os seus limites, desejos e vontades. O pior que pode acontecer é que as suas fantasias continuem apenas como fantasias, e na melhor das hipóteses, vocês terão uma nova experiência sexual.

2. Raízes

Muitas pessoas são educadas de maneira que passam a ver o sexo como algo obscuro, ruim, ou até mesmo como um pecado ou tabu. Outras podem vê-lo de uma maneira mais “forte”, gostar de coisas mais ousadas e que não são consideradas “normais” pela maior parte da sociedade.

Por isso, se um dos dois tende a ver o sexo de uma dessas maneiras, o seu parceiro ou parceira pode não aceitar, e nesta hora não há nada mais importante do que uma boa conversa sobre sexo para cada um expor as suas necessidades e desejos.

Como se trata de pessoas que cresceram, criaram suas raízes desta maneira, pode ser que ele ou ela precise de um terapeuta sexual, ou se não, muita leitura sobre o assunto para poder ir abrindo a mente e ir tentando mudar os seus conceitos.

3. Segurança

Não importa se ambos têm mais de um parceiro sexual ou não, nesta hora é muito importante ter uma conversa sobre sexo seguro, pois como um resfriado o vírus pode passar de pessoa para pessoa, no sexo também, por isso é muito importante falar sobre isso com naturalidade antes da primeira transa.

Além da segurança quanto às DSTs (doenças sexualmente transmissíveis), também fale a respeito dos métodos contraceptivos, seja sincera a respeito dos métodos que usa ou quer usar.

Em apenas uma transa você pode pegar alguma DST ou engravidar, por isso é muito importante conversar sobre este assunto.

4. Disfunção

Algumas pessoas sofrem com algumas disfunções sexuais, por isso é muito importante falar sobre isso.

Muitos homens têm problema em tocar neste assunto. Se eles não conseguem ficar com o pênis ereto, ou seja, brocham na hora H, com certeza irão se sentir péssimos, mas se a mulher conversa com ele com jeitinho sobre isso, poderá ser resolvido da maneira mais tranquila e assim que relaxados tentarem outra vez.

Porém, nem só os homens sofrem com disfunções sexuais; as mulheres também.

Algumas por exemplo têm problema de secura, ou seja, não ficam com a vagina lubrificada rapidamente, por isso é importante falar com ele a respeito deste assunto. Não precisa ser uma conversa pesada, chata ou séria demais, ela pode falar “eu demoro um pouquinho para ficar molhadinha, mas é só a gente brincar mais nas preliminares que o problema se resolve!”

5. Exclusividade

Não assuma que vocês não precisam fazer um claro acordo verbal, ou simplesmente acreditar que ele não sai com mais ninguém; você corre um grande risco de estar mentindo para si mesma.

Muitas vezes a mulher prefere acreditar na exclusividade do seu parceiro, pois tem medo de falar sobre isso e o cara não concordar.

Embora para algumas pessoas falar sobre isso possa parecer algo relacionado a ciúmes, isso deve ser tratado como algo de extrema importância e sinceridade, para que assim possam se cuidar na hora de ter relações sexuais.

6. Feedback

O seu parceiro não tem o poder de ler a sua mente, por isso é muito importante falar do que você gosta e não gosta na hora do sexo.

Fale para ele o que você gostou que ele fez, dê um feedback, assim da próxima vez pode ter certeza que ele irá se dedicar a fazer mais e melhor aquilo que você gostou.

Dê sinais durante o sexo do que está gostando, eles adoram esses sinais não verbais, faça com jeitinho e de maneira extremamente excitante. Você não precisa ser uma general na cama, com jeitinho tudo pode ser dito.

Se você tiver uma conversa sobre sexo com o seu parceiro falando sobre esses 6 tópicos, com certeza o relacionamento de vocês irá melhorar e será muito mais saudável.