Saúde
Programa de Residência Médica do Hospital de Trauma de JP é destaque nacional

Publicado em 17/01/2019 22:39

Reprodução

O programa de Residência Médica desenvolvido no Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, subordinado à Comissão de Residência Médica da Secretaria de Estado e da Saúde (Coreme), tem se consolidado, cada vez mais, no âmbito nacional, como polo formador de profissionais. Em oito anos, mais de 320 especialistas foram formados, tornando assim, a unidade de saúde, uma matriz das especialidades na Paraíba.

 

Os formandos do Programa de Pós-Graduação em Anestesiologia, desenvolvido pela SES-PB, no Hospital de Trauma, obtiveram a quarta melhor média nacional, destacando-se entre os 98 Centros de Ensino e Treinamento-CETs existentes em todo o Brasil. A avaliação é realizada anualmente pela Sociedade Brasileira de Anestesiologia (SBA) com todos os residentes do país. “Estamos recebendo médicos do país inteiro e o reconhecimento de instituições médicas nacionais”, explicou o presidente da Comissão de Residência Médica da Paraíba (COREME), Gualter Ramalho.

Gualter destacou ainda que a conquista é resultado de um trabalho que tem o apoio dos anestesiologistas instrutores e colaboradores, diretores da rede hospitalar estadual, com destaque para o Hospital de Trauma, além do Cefor e, em especial, da SES.

Além da pós-graduação em Anestesiologia, o programa de Ortopedia e Traumatologia também apresenta resultados similares, com a aprovação nas provas de título da totalidade dos seus formandos. “Não nos custa lembrar que os nossos programas receberam uma menção honrosa do Ministério da Educação e Cultura (MEC), outorgada, por unanimidade, na plenária de dezembro de 2013”, acrescentou Gualter Ramalho.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

De acordo com o gerente médico, Fagner Dantas, é um orgulho ser parceiro das universidades. “Diariamente a educação continuada se faz presente, por meio de professores, alunos e profissionais do hospital, compartilhando os saberes, dividindo as dúvidas e buscando soluções. A educação qualifica a assistência e, com isso, nosso paciente é assistido de forma integral, conforme preconiza o Sistema Único de Saúde (SUS), pois, além de estar em uma instituição de alta complexidade, com um corpo clínico docente e profissional qualificado, dispõe de tecnologia, infraestrutura e diversas especialidades médicas em um mesmo local”, ressaltou.

Residência - A Residência Médica constitui modalidade de ensino de pós-graduação, sob a forma de curso de especialização, caracterizada por formação em serviço, destinada a médicos formados em escolas médicas reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC) e estrangeiros que preencham os requisitos exigidos no Manual da Residência e na Legislação Brasileira, com diploma devidamente revalidado.

Inscrição - A Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio do Centro Formador de Recursos Humanos (Cefor-PB), inscreve até a próxima sexta-feira (18) para a Residência Médica, nas especialidades de: Anestesiologia, Área Básica de Cirurgia, Ginecologia e Obstetrícia, Medicina da Família e Comunidade, Medicina Intensiva, Ortopedia e Traumatologia e Pediatria para 2019. Os residentes irão aturar no Hospital de Trauma, Complexo de Pediatria Arlinda Marques, Hospital General Edson Ramalho, Maternidade Frei Damião, Hospital Regional de Cajazeiras e Hospital Regional de Sousa. Todos os cursos começarão no dia 1º de março de 2019.

Para as residências médicas é cobrada uma taxa de R$ 300. As inscrições podem ser feitas no link http://static.paraiba.pb.gov.br/2011/07/Edital-COREME-SES-2019.pdf. Todos os cursos começarão no dia 1º de março de 2019. No total, serão 54 residentes, dos quais 27 são residentes médicos.